Liverpool goleia Everton e ameaça perseguição aos líderes
Suárez e Sturridge: a dupla de ataque com mais gols na temporada (Foto: Liverpool FC)

Liverpool e Everton se enfrentaram nesta terça-feira pelo Merseyside Derby, o derby da cidade de Liverpool. De olho na quarta colocação, que dá vaga para a Champions League, as duas equipes duelaram em Anfield. O time da casa não contava com o volante Lucas Leiva e Gerrard era o homem mais recuado do meio de campo. Henderson e Coutinho completavam o trio de meias.

Já o Everton, não contava com o zagueiro Distin e com o lateral-direito Coleman, lesionados. Oviedo também estava de fora pelo mesmo motivo. Por outro lado, Barkley voltava o time. Alcaraz e Stones foram os escolhidos de Martinez para ocupar o lugares de Distin e Coleman, respectivamente.

Leia mais: Manchester United vence na estreia de Mata e Arsenal tropeça

Primeiro Tempo: Everton até joga bem, mas só o lado vermelho marca

Everton começou bem com uma finalização de Barkley, mas depois só deu Liverpool. Os Reds chegaram com Henderson e Gerrard e aos 20, o mesmo Gerrard foi quem inaugurou o marcador do derby. De cabeça, o maior artilheiro de Liverpool x Everton em campo, faria 1 a 0 para o time da casa.

Quatro minutos após o gol dos Reds, o Everton perdia Lukaku. Sem um reserva no banco, já que o contratado Lacina Traore não estava disponível, Martinez colocou Naismith. O time ficou sem atacante em campo. 

Aos 33, Sturridge recebeu de Coutinho e beteu forte para ampliar o marcador para o Liverpool. Dois minutos depois, Sturridge recebia um levantamento do zagueiro Touré e marcava o terceiro, encobrindo Tim Howard. Um golaço

Se contra o Aston Villa, essa formação com Gerrard recuado foi suicida, contra o Everton ela foi muito bem. Muito se deve as ausências de Distin e Coleman, peças muito importantes da defesa titular do Everton.

Segundo Tempo: Assim como no primeiro, Everton pressiona mas o gol não sai

Mesmo sem atacante, o time de Martinez voltou para a segunda etapa fazendo pressão, e buscando o gol. E por pouco ele não saiu com... Mas com cinco minutos de bola rolando, Suárez, de cabeça, marcaria aquele que seria o quarto e último gol do derby.

Quatro minutos depois, foi marcada penalidade máxima para o Liverpool. Sturridge tinha a chance de marcar um hat-trick contra o maior rival de seu time, mas chutou por cima do gol.

Aos 69 minutos, Sturridge teve outra grande chance, mas ao invés de tocar para Suárez, que estava livre, ele tentou a jogada individual e se enrolou. Dois minutos depois, Brendan Rodgers tiraria ele para a entrada de Moses.

Nos minutos restantes, o Everton tentava o gol, mas errava muito no toque final. Era a falta de um "camisa 9" em campo. Mesmo sem a bola, o Liverpool estava mais perto do gol do que o Everton.  Mas ele também não aconteceu.  

Com a vitória o Liverpool abriu quatro pontos do Everton, que está em 6°, e três do Tottenham (que joga amanhã). Na próxima rodada, os Reds enfrentam o West Bromwich fora de casa, enquanto os Toffees recebem o Aston Villa.

VAVEL Logo