Com Tadic inspirado, Twente vence Heerenveen e fica a um ponto da liderança da Eredivisie
Tadic disputa a bola com Ziyech do Heerenvenn

Na tarde/noite desta quinta-feira (5), às 20h45 (Horário de Amsterdam) e 17h45 (Horário de Brasília), o Heerenveen recebeu o FC Twente no Abe Lenstra Stadion, buscando uma vitória em casa, para que pudesse aproximar-se um pouco dos líderes do campeonato. No entanto, não foi isso o que aconteceu. Mesmo com os Frísios jogando melhor pela maior parte do tempo, o FC Twente saiu vencedor do confronto graças a qualidade de Dusan Tadic, que desequilibrou a partida a favor do time de Enschede.

Partida começa quente

O jogo começou agitada com o Heerenveen tomando a iniciativa do jogo e tentando criar logo chances de gol. Aos 8 minutos veio o primeiro susto, com Ziyech que arriscou da entrada da área e Marsman espalmou. O Twente tentava responder e reclamou da não marcação de um pênalti sobre Tadic aos 11 minutos. O Heerenveen seguia na pressão e novamente aos 15 minutos com Ziyech chutando da entrada da área o time da casa levou perigo, mais uma vez Marsman defendeu.

O Heerenveen estava melhor no jogo, marcava bem e evitava que o FC Twente conseguisse se encontrar no jogo, o time de Enschede tinha muita dificuldade para trabalhar a bola no meio-campo e eram raras as jogadas que davam certo, como aos 20 minutos, na escapada de Tadic, que rolou para Eghan chutar por cima do gol de Nordfeldt. Depois disso, os donos da casa tiveram uma grande chance de abrir o placar, aos 27', depois de cobrabça de escanteio, Otigba desviou para o gol, mas Eghan tirou em cima da linha e um minuto mais tarde, Ziyech chutou de fora da área mais uma vez e Marsman fez outra boa defesa.

Os Frísios foram melhores por todo o resto da primeira etapa, mas não conseguiram tirar o zero do placar, e mesmo sob pressão o Twente ainda conseguiu levar perigo, aos 40', em cobrança de falta, Tadic obrigou Nordfeldt a fazer grande defesa, mas ficou só nisso, primeiro tempo zerado para ambos os lados.

Heerenveen tenta, mas Twente é quem marca

Na etapa complementar, os donos da casa foram logo mostrando que não estavam de brincadeira, com menos de um minuto do segundo tempo, Van den Berg pegou a sobra de bola na entrada da área do Twente e chutou forte, mas o goleiro Marsman fez mais uma defesa muito segura. Porém, o que era o começo de uma nova pressão em busca do gol parou por ali, pois os Tukkers começaram a equilibrar o jogo, e tiveram um gol anulado aos 50 minutos, num lance confuso do zagueiro Bengtsson com o goleiro do Heerenveen.

Depois do gol contestadamente anulado, o jogo ficou aberto e as oportunidades apareceram para os dois lados. Aos 68' Ziyech sofreu falta de Bjelland, que poderia ter sido expulso por ser o último homem da defesa, mas ficou só no amarelo, na batida da falta, um minuto depois o mesmo Ziyech bateu rente ao travessão. Aos 71' foi a vez do Twente levar perigo na bola parada, Tadic bate forte a falta e Nordfeldt se esforça para fazer a defesa para escanteio.

A essa altura, o Twente já era mais perigoso que o Heerenveen, principalmente pelo lado direito, por onde saiam as principais combinações de jogadas com Tadic e Rosales. Aos 73 minutos, Ebecílio achou Tadic livre pela direita, o sérvio recebeu a bola, invadiu a área, driblou o primeiro adversário e bateu forte, a bola desviou no segundo defensor do Heerenveen e enganou o goleiro, num legítimo "gol espírita" pelo tamanho efeito o qual a bola pegou ao desviar no jogador do time da casa.

O gol do Twente foi um tremendo balde de água fria no Heerenveen, que ficou completamente perdido após isso. Os Tukkers tiraram grande vantagem da fragilidade em que se encontravam os frísios naquele momento. Dois minutos após o gol, o time de Enschede teve a grande chance para matar logo o jogo, Tadic novamente pelo lado direito, fez um cruzamento rasteiro, o goleiro Nordfeldt saiu mal na bola e deixou o gol aberto para Promes só escorar para o gol, porém o jovem jogador do Twente, de forma inacreditável, bateu por cima, com o gol aberto e sem goleiro! Para o desepero do técnico Michael Jansen, que foi a loucura no banco de reservas.

As chances porém seguiram a aprecer, aos 81 minutos, em belíssima jogada indiviudal de Dusan Tadic pelo lado direito, o jogador passou por três adversários e rolou para trás, o lateral-direito Otigba do Heereveen, que foi cortar a bola atabalhoadamente, mandou a pelota no travessão e quase marcou um bonito gol contra. O único jogador lúcido dos Frísios ainda tentou empatar o jogo aos 85 minutos, Hakim Ziyech arriscou mais uma vez de fora da área, obrigado o goleiro Marsman em fazer a defesa em dois tempos, salvando o Twente.

E já quase nos acréscimos, os Tukkers mataram o jogo. Aos 90 minutos, Tadic recebeu no lado direito, cortou para o meio e deu um passe maravilhoso no meio da zaga para o recém-chegado norueguês Torgeir Børven marcar e dar números finais ao placar ao jogo no Abe Lenstra Stadion.

A vitória levou o FC Twente a 2ª posição, com 43 pontos, um ponto a menos que o líder Ajax, porém ainda com um jogo atrasado a ser jogado contra o FC Groningen no dia 12/02, o FC Twente pode ultrapassar o time de Amsterdam, caso vença o confronto em atraso. Já o Heerenveen, ficou numa situação um pouco complicada na 5º colocação, com 33 pontos, mesma pontuação que o 6º colocado AZ, deixando de se aproximar do 4º colocado Feyenoord, com 40 pontos.

Veja os gols e melhores momentos:



VAVEL Logo