O gol de Konietzka: história que une Borussia Dortmund e Werder Bremen
Konietzka, ídolo do Borussia Dortmund e autor do primeiro gol da história da Bundesliga (Arte: Rafael Mateus/VAVEL Brasil)

O gol de Konietzka: história que une Borussia Dortmund e Werder Bremen

Jovem que trabalhava em minas de carvão se transformou no protagonista do momento que representa o nascimento de um dos campeonatos de futebol mais importantes do mundo

red_bird
Rafael Mateus

Muito mais que um jogo válido pela Bundesliga nesse sábado (08/02), o que une Werder Bremen e Borussia Dortmund é um momento simbólico. Momento que ajudou a semear o que viria a ser uma das ligas de futebol mais lucrativas ​​e populares do mundo. Um instante que contribuiu para que hoje um incontável número de torcedores acompanhe os jogos do campeonato alemão em estádios, bares ou mesmo diante da televisão. Momento simbolizado por um gol, feito por Timo Konietzka.

Para que esse gol representasse algo tão importante, foi necessário que no dia 28 de julho de 1962 ocorresse uma reunião em Dortmund. Nesse encontro, que durou cerca de nove horas, 129 delegados aprovaram, por 103 votos a favor e 26 contra, a criação de um novo campeonato de futebol nacional na Alemanha, que começaria com 16 clubes participantes. "Esta decisão me alegra. Finalmente o temos", disse o então técnico da seleção alemã, Sepp Herberger, participante da reunião na condição de delegado da Associação de Futebol do Sudoeste Alemão. Estava criada a Bundesliga.

A primeira temporada teve início em 24 de agosto de 1963 e, sem que completasse um minuto de existência, o momento aconteceu. Na partida contra o Werder Bremen, o atacante Timo Konietzka, do Borussia Dortmund, marcou o primeiro gol da história da Bundesliga, aos 58 segundos do primeiro tempo. Ainda que seja um instante singular na história do futebol alemão, infelizmente não há fotos ou filmagens desse gol. No entanto, fato de tamanha importância não seria esquecido pelos registros da época.

Konietzka atuando pelo Borussia Dortmund (Foto: picture-alliance / dpa)

Apesar do gol de Konietzka ter aberto o placar, a partida (realizada no antigo Weserstadion, em Bremen) terminou 3 a 2 para o Werder. Desde então, inúmeros jogadores fizeram história em grandes jogos disputados nos campos alemães. Muitos deles participaram de importantes confrontos entre Werder e Dortmund, é possível citar: Andreas Möller, Lars Ricken, Karl-Heinz Riedle, Thomas Hassler, Thomas Schaaf, Frank Neubarth, Rudi Völler, Mesut Özil, Marco Reus, entre outros. O que aproxima Timo Konietzka de todos esse jogadores são os momentos emblemáticos que continuarão a acontecer nos jogos entre esses dois times. Momentos que contribuem para o desenvolvimento que existe na Bundesliga até os dias de hoje.

A verdade é que a importância de Konietzka para o BVB não se resume apenas a ele ter feito o primeiro gol da história da Bundesliga. Nascido em Lünen, oeste da Alemanha, ainda jovem começou a trabalhar em minas de carvão, assim como seu pai e três irmãos. Em seu tempo livre, jogava futebol no VfB Lünen 08 até os 20 anos de idade, quando foi descoberto por Helmut Bracht, jogador do Borussia Dortmund, que o levou para o clube. Atuando pela equipe aurinegra, Konietzka fez história ao fazer parte do time que conquistou o título do Campeonato Alemão em 1963, último antes da criação da Bundesliga. Na final, o Borussia Dortmund venceu o Colônia por 3 a 1. Também atuou pelo Munique 1860 e, na Suíça, por FC Winterthur e FC Zürich. Depois de encerrar a carreira, trabalhou como técnico, inclusive no Borussia Dortmund no ano de 1984.

Konietzka no período em que foi treinador do Borussia Dortmund (Foto: Imago Sportfotodienst)

Coincidentemente, em 12 de março de 2012, poucos dias antes da partida realizada entre Werder Bremen e Borussia Dortmund no Signal Iduna Park, Konietzka faleceu aos 73 anos, na cidade de Brunnen, na Suíça. No dia 17 de março, antes da bola rolar, os dois times respeitaram um minuto de silêncio em memória à Konietzka. A Muralha Amarela prestou sua homenagem por meio de faixas com dizeres como "Timo Konietzka, campeão alemão para sempre". Assim, lembravam de um dos mais importantes jogadores que passaram pelo Borussia Dortmund. O jogo terminaria 1 a 0 para o Dortmund, gol de Shinji Kagawa.

Minuto de silêncio antes da partida entre Borussia Dortmund e Werder Bremen no ano de 2012 (Foto:Imago Sportfotodienst )

Momentos singulares, como o gol de Konietzka, personificam o fato de que eventos importantes podem começar das mais diferentes maneiras, lugares e instantes, o que impera muitas vezes é o imponderável do início. Isso faz pensar que o essencial para tudo que é relevante não se trata necessariamente apenas do início, mas também de sua existência. Talvez por essa razão seja fundamental aproveitar essa existência, e que o instante em que tudo começou seja um momento representativo que faz parte de um todo muito maior. Nesse caso, um todo que começou com o gol de um jovem que trabalhava em minas de carvão. Um todo chamado Bundesliga.

VAVEL Logo