Tottenham vence Everton e sobe na tabela da Premier League
Vertonghen disputa com Mirallas (Foto: PA)

O Tottenham conseguiu uma vitória sofrida, o jogo foi tenso, disputado até o último minuto, Emmanuel Adebayor marcou o único tento do jogo. Com a vitória, o Tottenham rouba a posição do Everton e sobe pra quinta colocação, enquanto isso o time de Merseyside está em sexto. O próximo compromisso do Everton é diante da sua torcida, o time vai enfrentar o Crystal Palace, já o Tottenham vai enfrentar o Newcastle fora de casa.

RESUMO DO JOGO

O Everton tomou conta do primeiro tempo, criando as chances mais perigosas, aos dois minutos de jogo, Leon Osman mandou uma bomba do lado esquerdo de Lloris, o goleiro defendeu mandando para escanteio, aos seis minutos, de novo Osman, dessa vez o jogador emendou um bonito voleio e Lloris foi sensacional no lance, novamente mandando para escanteio, na cobrança do escanteio, Mirallas cobrou no meio da área e Osman cabeceu, a bola passou por cima do ângulo esquerdo, o Tottenham até tentou sair com a bola, mas perdeu a posse e de novo estava Osman tentando o gol, dessa vez o jogador chutou no meio do gol e Lloris fez a defesa tranquilo.

O Tottenham conseguia sair da área, mas pecava muito nas finalizações, tanto que a primeira saiu aos 12 minutos após Eriksen cobrar falta da intermediária e a bola passar perigosamente em cima do gol de Tim Howard, aos 20 veio a outra chance, Bentaleb abriu a bola na direita e Kyle Walker chegou chutando, a bola perdeu um pouco o rumo e saiu longe do gol pelo lado esquerdo.

O Everton apostava nos contra-ataques, e quase deu certo, Baines ligou Mirallas, que deixou Dawson no chão e correu para cima de Vertonghen, o zagueiro belga marcou bem e levou Mirallas para esquerda, o atacante do Everton conseguiu a finalização, mas a bola passou por cima do gol de Lloris.

Os times atacavam muito, mas sempre pecavam nas finalizações, aos 33, Distin teve grande chance, Baines cruzou e o zagueiro mandou a bola muito perto do gol, mas ela saiu pelo lado direito. O primeiro terminou assim, um empate sem gols, mas com muitas chances.

Na segunda etapa o Everton continuou a pressionar, Mirallas recebeu passe de Steven Pienaar e chutou no lado direito, a bola saiu sem perigos para Lloris. Aos 56 minutos, procurando dar mais velocidade ao time, Tim Sherwood sacou o armador Christian Eriksen e colocou o velocista Andros Townsend, Roberto Martínez também procurar dar velocidade, tirando Pienaar e colocando Ross Barkley. Aos 64 minutos, Naismith fez falta em Dembélé, na cobrança rápida Walker fez belíssimo passe para Adebayor, que matou no peito, tomou a frente do zagueiro e soltou uma bomba de perna esquerda, marcando o primeiro gol do Tottenham. GOL DO TOTTENHAM, 1-0.

 Logo após o gol, Sherwood fechou mais o time, sacou Paulinho e colocou Capoue. Roberto Martínez estava disposto a soltar mais seu time, ele tirou Naismith e colocou Deulofeu, e também retirou Osman do jogo, colocando McGeady. Depois das substituições quem criou a primeira chance foi o Tottenham, Townsend em jogada característica sua recebeu passe de Lennon, foi pra cima da zaga e chutou, a bola explodiu no zagueiro e ainda sobrou para os Spurs, Dembélé ligou Adebayor, o togolês girou e mandou uma bicuda de direita, a bola passou por cima do gol de Howard.

No final do jogo Sherwood ainda tirou Lennon e colocou Defoe, o Everton tentou marcar gol por várias vezes, fazendo uma verdadeira blitz na frente da área do Tottenham, a chance mais perigosa foi em um cruzamento de McGeady, a bola desviou em Walker e tomou direção ao gol de Lloris, o goleiro do Tottenham conseguiu fazer a difícil defesa, no final do jogo Defoe recebeu a bola e levou sozinho, ele entrou na área e chutou forte, Howard fez a defesa, o Tottenham ganhou o escanteio, na cobrança do escanteio o juiz acabou o jogo e só foi festa do lado londrino.

ESCALAÇÕES

Tottenham: Lloris; Walker, Dawson, Vertonghen, Rose; Paulinho (Capoue aos 68), Bentaleb, Dembélé, Eriksen (Townsend aos 59), Lennon (Defoe aos 85); Adebayor.

Everton:Howard; Distin, Coleman, Jagielka, Baines; McCarthy, Barry, Mirallas, Osman (McGeady aos 73), Pienaar (Barkley aos 64); Naismith (Deulofeu aos 73)

VAVEL Logo