Com boa atuação, Manchester City vence Chelsea e avança na FA Cup

Neste sábado, Manchester City e Chelsea duelaram mais uma vez, agora pelas oitavas de final da FA Cup. Com uma atuação segura, a equipe de Pellegrini desbancou os Blues por 2 a 0, com gols marcados por Jovetic e Nasri, que voltou de lesão.

Visando a sequência da temporada e principalmente a Champions League, ambos os treinadores pouporam alguns atletas nesta partida. Pellegrini deu um descanço para Demichelis, Jesus Navas e Negredo, enquanto Mourinho não escalou Oscar e Lampard. John Terry, geralmente capitão, está lesionado e não foi sequer relacionado, assim como Nastasic, Fernandinho e Agüero pelo lado dos Citizens.

Agora o foco do time de Manchester é a Champions League. Na terça-feira, comandados de Pellegrini entram em campo novamente no Etihad para enfrentar o Barcelona, talvez já podendo contar com Samir Nasri desde o início. Pelo torneio europeu, o Chelsea entra em campo apenas no dia 26, portanto segue focado na Premier League, que é atual líder.

City cria melhores chances e sai na frente

Mesmo com uma partida em marcha lenta, o Manchester City não repetiu a má atuação diante do Chelsea no jogo do início do mês e dominou grande parte dos primeiros 45 minutos. Tendo mais posse de bola e não deixando o Chelsea trocar passes no campo de ataque, a equipe de Pellegrini agrediu muito mais e aproveitou uma das oportunidades para abrir o placar.

A primeira chance de gol demorou para acontecer. Mas quando ocorreu, os citizens quase pularam na frente. Yaya Touré arriscou de fora da área, Cech espalmou e Jovetic acertou a trave no rebote. No lance seguinte, o montenegrino teve outra chance e não desperdiçou. Silva fez boa jogada, tocou para Dzeko, que lançou Jovetic que de pé direito inaugurou o marcador.

Com jogadores ofensivos apagados, o Chelsea ameaçou o gol dos donos da casa apenas uma vez. Aos 21, Ivanovic cruzou forte e rasteiro na pequena área, o goleiro Pantilimon se atrapalhou com Zabaleta e quase cedeu o empate. No fim da primeira etapa, o City teve a oportunidade para ampliar. Milner desceu livre pela direita e cruzou forte, mas Dzeko não conseguiu alcançar na pequena área.

Jovetic supera Cech para abrir o placar (Foto: Squawka)

Nasri volta, marca e City controla

Na segunda etapa, com a necessidade de fazer gols, o Chelsea tentava agredir mais, mas as mudanças de Mourinho não surtiam muito efeito. Já Pellegrini manteve a marcação no campo de ataque, mas sua equipe não conseguiu manter o volume de jogo.

Em uma partida fraca de David Luiz, Mikel e Ramires, a saída de bola dos Blues passou por muitas dificuldades. Matic era o único que encontrava boas alternativas. Chance de gol que é bom: nada para o time de Mourinho. Nem nas bolas aéreas de Willian o Chelsea conseguia incomodar. Mesmo sem o mesmo ímpeto da primeira etapa, o City era quem ainda comandava a partida.

Aos 15 minutos, Nasri voltou a campo depois de seis semanas se recuperando de lesão. Poucos instantes depois, o francês matou a saudade de balançar as redes. Em tabela com David Silva, o meia não teve dificuldades para mandar pra rede e aumentar a vantagem do time da casa. Praticamente entregue, o Chelsea não ameaçava e ainda dava espaços para o City seguir em cima.

Aos 31, após confusão na área, Lescott marcou o terceiro, mas o impedimento foi marcado. Nos minutos finais da partida, o Chelsea até tentava mostrar alguma reação nas jogadas pelo alto, mas Lescott e Pantilimon sempre espantavam o perigo da área do time de Manchester. Por fim, ficou por isso mesmo e o City avançou para a fase seguinte da competição.

VAVEL Logo