Saint-Étienne derrota Bastia e assume a terceira colocação da Ligue 1 de forma provisória

O encontro entre Bastia e Saint-Étienne não teve um final feliz para o time da casa. Com gol do atacante brasileiro Brandão e um infeliz gol contra do lateral argelino Harek, os corsos não foram páreos para o time da região do Ródano-Alpes e sofreram o revés de 2 a 0 neste sábado (22).

Com o resultado, estacionaram nos 36 pontos e na nona colocação da Ligue 1. Pode ser ultrapassado pelo Toulouse, caso este vença o PSG no domingo (23). Já o Sainté foi a 45 pontos, assumiu a terceira colocação de forma provisória e terá que "secar" o Lille, cujo adversário será o Lyon, maior rival dos alviverdes. O destino lhes pregou uma peça.

Os próximos compromissos de Bastia e Saint-Étienne serão no sábado, dia 1º de março, contra Lorient e Monaco, respectivamente. Enquanto os Bleus visitarão o Stade du Moustoir, os Verts jogarão em sua casa, o Geoffroy-Guichard.

Visitantes saem na frente

Mesmo longe de casa, era o ASSE quem parecia jogar em seus domínios. Controlou as ações no meio-campo e nos 20 minutos do primeiro tempo chegou à incrível marca de 73% de posse de bola. Entretanto, pecava no último passe.

De tanto persistirem, os alviverdes chegaram à liderança no marcador. Mollo deu passe na medida para Brandão balançar as redes e marcar o seu segundo tento em dois jogos pelo Sainté. Depois de chegar a amargar o banco de reserva em algumas partidas, o brazuca parece ter reencontrado seu faro de gol, característica a qual o consagrou imensamente em solo francês.

Graças ao gol do atacante, o time do Saint-Étienne foi aos vestiários em vantagem no placar, sendo merecedor da vitória parcial.

Lance bizarro nos últimos minutos define o jogo

Empurrado por sua torcida, o Bastia veio para o segundo tempo com o intuito de obter melhor resultado e, consequentemente, subir posições na tabela de classificação. A oportunidade mais clara de gol veio dos pés de Khazri. O arqueiro Ruffier esteve atento ao lance e praticou boa defesa.

Os comandados de Christophe Galtier preferiram se preservar e apostar na marcação, fechando bem o seu setor defensivo. Vieram chances de matar o jogo com Mollo e Guilavogui, mas em ambas o goleiro Leca se impôs e efetuou defesas milagrosas.

Mesmo com todos os esforços, o SCB teve uma surpresa nada agradável nos instantes finais e teve que se contentar com a derrota em casa. Numa falha de comunicação entre Harek e Leca, o lateral-esquerdo atrasou para o arqueiro e acabou marcando contra a própria meta, definindo o jogo a favor dos Stéphanois. Triste fim para a equipe comandada por Frédéric Hantz e para os adeptos turchini.

VAVEL Logo