San Lorenzo e Colón empatam sem gols no Nuevo Gasómetro
San Lorenzo e Colón se enfrentaram na noite deste sábado (15) pela oitava rodada doTorneo Final 2014, no Nuevo Gasómetro, e a partida terminou empatada sem gols. O destaque foi o experiente arqueiro Germán Montoya, que fez excelentes intervenções pelo Colón.
O San Lorenzo queria, finalmente, engrenar na temporada. Depois da saída de Pizzi após o título do Inicial 2013, Edgardo Bauza não conseguiu manter a regularidade da equipe. Além disso, contou com reforços e uma única perda, a do jovem Alan Ruíz. Para a partida, após o empate em 1 a 1 com o Unión Española em casa na sonhada Libertadores, Bauza promoveu três mudanças: Blandi no lugar de Matos como centroavante, Kalinski no lugar de Mercier na volância e Fontanini substituindo Valdés, na zaga.
Já o Colón, após duplo empate em casa com o Godoy Cruz por 1 a 1 e o Gimnasia por 0 a 0, aspirava manter a ponta. Os jovens surpreendem no campeonato após grande crise política e financeira que resultou na venda da promessa Lucas Mugni e na dispensa de jogadores mais experientes. Estrearam perdendo para o – hoje lanterna – Racing, mas emendaram quatro vitórias em sequência. Mesmo com a ótima campanha, os jogadores seguem mantendo o humilde discurso que visam não cair e, no momento, o título está em segundo plano.
Com o empate, o Colón manteve a liderança, agora com 15 pontos. Já o San Lorenzo ultrapassou o Vélez, que perdeu para o Atlético Rafaela, assumindo a vice liderança, com 14 pontos. Na próxima rodada, o Ciclón visita o Gimnasia La Plata e o Colón recebe o Tigre.
Primeiro tempo de ataque contra defesa
Na primeira etapa, o San Lorenzo teve grande posse de bola, trocou muitos passes na intermediária, porém não conseguiu penetrar nas duas linha de quatro implantadas por Diego Osella.
Aos 15 minutos, na primeira chegada do jogo, em contra-ataque, o Colón assustou: cruzamento de Graciani e cabeçada fraca de Luque.
O Ciclón chegava, principalmente, com as investidas de Buffarini pela ponta direita nas costas do jovem Mariano Bíttolo. Por ali, aos 29 minutos, arriscou chute forte, por cima do gol. Já os Sabaleros assustavam em esporádicos contra-ataques, e, três minutos mais tarde, depois de ótima jogada individual de Graciani e rolada, Meli chutou de fora da área, obrigando Torrico a fazer grande defesa.
Segundo tempo de intensidade de ambos os lados
Logo aos 50 segundos, o San Lorenzo mostrou que seria diferente na segunda etapa: Romagnolo deu chute cruzado rasteiro para defesa de Montoya. Aos 19 minutos,os velhinhos assustaram. Romagnoli, com 32 anos, arrancou, passou por três e deixou para Mauro Matos, com 31, chutar fraco para outra defesa do goleiro cabeludo do Colón.
Seria o início da blitz do Ciclón. Um minuto mais tarde, Ángel Correa enfiou para Blandi bater forte cruzado. Montoya defendeu, deu rebote, porém o mesmo Blandi explodiu seu chute em Bíttolo. Aos 23, após Montoya sair bem do gol em levantamento de Romagnoli, Emmanuel Más pegou de primeira de fora da área, levantando a torcida do Ciclón.
O Colón pouco respirava. Em uma das raras chegadas, aos 27 minutos, Alario chutou de fora da área, fraco e no canto, para defesa de Torrico. Aos 30, Elizari abriu para Correa, livre dentro da área, chutar para fora com a canhota. Cinco minutos depois, uma excelente jogada individual de Tito Villalba parou em outro chute fraco nas mãos de Montoya.
Nos últimos cinco minutos regulamentares, duas grandes chance de Nicolás Blandi. Aos 40, uma falta cobrada por Buffarini na cabeça de Blandi, que perdeu gol incrível, testando para fora. Aos 42 minutos, parou em Montoya, que fez ótima defesa no reflexo com a mão direita e outra, no rebote, mandando para escanteio.
No último minuto, excelente contra-ataque do Colón após escanteio do San Lorenzo. Videla lançou Graciani, porém o meia chutou cruzado para fora e perdeu a grande oportunidade da vitória dos Sabaleros.
Veja o duelo Blandi X Montoya:
Outros resultados da rodada
Atlético Rafaela 3 X 1 Vélez Sarsfield
Tigre 0 X 0 Godoy Cruz
Belgrano 1 X 1 Olimpo
VAVEL Logo