Sem os titulares, Benfica é derrotado pelo Porto no último compromisso antes da final da Europa League
Foto: AFP

Com uma escalação bem diferente da habitual, o Benfica enfrentou o rival Porto pela quinta vez neste ano de 2014 e sofreu sua segunda derrota em tal retrospecto - nas outras três partidas, duas vitórias e um empate. Na partida válida pela última rodada da Liga Zon Sagres 2013-2014, os Encarnados perderam pelo placar de 2 a 1 e encerraram a participação no campeonato nacional com 74 pontos (23 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas) em 30 jogos. Os Dragões, por sua vez, somaram 61 pontos (19 vitórias, quatro empates e sete derrotas) e terminaram o torneio na terceira colocação.

Agora, o SLB, garantido na fase de grupos da próxima Uefa Champions League, concentra suas atenções para as duas decisões que terá pela frente. Na próxima quarta-feira (14), entrará em campo pela final da Uefa Europa League, na qual defrontará o espanhol Sevilla no Juventus Stadium, na cidade italiana de Turim. No próximo domingo (18), ficará frente a frente com o Rio Ave no Estádio Nacional do Jamor, em jogo válido pela final da Taça de Portugal.

Na última quarta-feira (7), o Benfica derrotou o mesmo Rio Ave por 2 a 0 na decisão da Taça da Liga, jogada no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, e conquistou seu quinto título da competição.

Já o Porto, que não tem mais compromissos nesta temporada, terá que jogar a fase de playoffs da Champions League 2014-2015 para ir à fase de grupos da principal competição de clubes do futebol europeu.

Jogo movimentado na primeira etapa

Não demorou muito para o time da casa inaugurar o marcador. Com quatro minutos de jogo, o atacante Ricardo Pereira abriu o placar para o Porto, que seguiu ditando o ritmo da peleja na primeira etapa.

Aos 26 minutos, um descuido da zaga resultou no gol de empate dos visitantes. Diego Reyes cometeu pênalti e foi punido com o cartão amarelo. O meia Enzo Pérez converteu a cobrança e deixou tudo igual no Estádio do Dragão.

Sem muitas pretensões no encontro, o Benfica continuou se preservando em seu campo de defesa e chamando o adversário para o jogo. A aposta dos Encarnados no clássico eram os contragolpes.

Quando o relógio marcava 39 minutos, os comandados de Jorge Jesus cometeram o mesmo vacilo que a equipe treinada por Luís Castro cometera minutos antes: André Almeida foi o responsável por uma penalidade máxima e viu o amarelo. Jackson Martínez não desperdiçou e fez 2 a 1, resultado que persistiu até o apito o qual encerrou o primeiro tempo.

Segundo tempo monótono

Com uma equipe que mesclava jogadores reservas e jovens, o Benfica esbarrou na afobação e não pôde obter melhor resultado no jogo deste sábado (10). Os meias Enzo Pérez e Salvio, suspensos da decisão da Europa League, foram os únicos jogadores acostumados a atuar regularmente que estiveram em campo, além do atacante Markovic, que entrou no decorrer do segundo tempo e aguarda o resultado do julgamento que pode resultar na anulação de sua expulsão no segundo jogo da semifinal da UEL, contra a Juventus.

O sérvio recebeu cartão vermelho após uma confusão que envolveu atletas da Juve e do SLB durante a partida disputada em Turim. Todavia, o atacante Vucinic, reserva da Juventus, confirmou após o jogo que se desentendeu com Artur, goleiro reserva do Benfica, e não com Markovic. O plantel benfiquista espera poder contar com o avançado na decisão europeia.

O Porto, que atuou com time misto, administrou o placar que lhe era favorável e até desperdiçou chances de ampliar a vantagem no marcador, mas elas não fizeram falta no fim das contas. O resultado de 2 a 1 se manteve até o apito final.

Depois de sofrer duas eliminações para o arquirrival em 2014 - derrota por 3 a 2 no placar agregado nas semifinais da Taça da Liga e derrota nos pênaltis após empate sem gols na semifinal da Taça de Portugal -, o FCP voltou a sentir o gostinho da vitória contra os Encarnados. Este foi o segundo revés do Benfica neste ano - o primeiro foi a derrota de 1 a 0 para o mesmo Porto no jogo de ida das semis da TdL.

VAVEL Logo