Mais experiente, Casillas celebra terceira final de Champions
Casillas é o mais experiente dos jogadores que jogarão a final da Champions (Foto: Agência EFE)

Iker Casillas é o jogador mais experiente do Real Madrid para esta decisão da Uefa Champions League. O goleiro espanhol já conquistou inúmeros títulos na sua carreira, sendo eles no clube merengue e na seleção espanhola. Em 1999/00 e 2001/02, Casillas foi campeão do torneio, porém era reserva de César Sanchez na época. Neste sábado, Iker vai ter sua primeira decisão de Champions como um profissional mais maduro, e quer saborear o título de um gosto diferente.

"Quando joguei as outras duas Ligas dos Campeões era muito novo, tinha 19 e 21 anos e talvez ainda não tivesse maturidade para saborear estes momentos, como este da véspera, das coletivas, e depois de levantar a taça, os dias seguintes. Ficamos muito tempo sem disputar uma decisão, assistindo aos outros pela televisão. Me sentia mal por não poder estar ali também. Eu tive a sorte de jogar finais com o Real Madrid e com a seleção e quanto mais você joga, mais se dá conta do privilégio que é fazer milhões de pessoas felizes em Madri", disse o goleiro.

Após o nono título da Champions, em 2002, o Real Madrid teve diversos jogadores caros e famosos, tendo sempre um elenco conhecido como "galático". Grandes times com Zidane, Beckham, Figo, Raúl, Ronaldo, etc, fracassaram na busa pela décima taça. Por seis vezes seguidas, o Real não passou das oitavas. Depois, após a saída destes e a chegada de novos como Cristiano Ronaldo e Kaká, o Madrid parou três vezes na semifinal.

Este ano, com a casa mais arrumada em relação aos últimos anos, conseguiu chegar à final. Casillas analisou o passado recente do clube na Liga dos Campeões. O goleiro não entrou em detalhes e não comparou os treinadores, mas aproveitou a oportunidade para alfinetar o ex-técnico José Mourinho, que o deixou no banco de reservas na temporada passada.

"Este ano o time entrou muito bem na competição, fizemos um bom trabalho na fase de grupos, soubemos sofrer contra o Borussia Dortmund e a equipe merece estar nesta final. Em relação ao passado, aprendemos, éramos um grupo mais jovem e, por vezes, ficamos à porta da final por pouco. Outras vezes pecamos também em termos de confiança, ao subestimar alguns rivais que pensávamos que fossem inferiores ao Real Madrid, mas este ano o nosso foco foi pensar jogo a jogo e deu certo", analisou.

Com Carlo Ancelotti, Casillas também continuou na reserva, mas apenas no Campeonato Espanhol. O goleiro aceitou o revezamento com Diego Lopez, que foi contratado com urgência quando Iker lesionou na última temporada. O camisa 1 do Real foi titular nos jogos da Champions League e Copa do Rey. Nos jogos da liga, Diego Lopez defendeu. Porém, na reta final do campeonato Casillas voltou a ser titular para manter o ritmo de jogo para a decisão deste sábado.

Ancelotti garante que Cristiano Ronaldo está bem

O técnico Carlo Ancelotti confirmou que, apesar da recente sobrecarga muscular, Cristiano Ronaldo não será problemas e que está bem para a decisão da Champions League. Bale também não é dúvida.

"CR7 e Bale não têm problemas. Cristiano fez uma Champions fantástica desde o início com 16 gols e precisamos dele", disse.

Antes da partida decisiva, o treinador espera conseguir tirar o peso das costas das suas estrelas, que são as duas contratações mais caras do futebol.

"Tenho que dar uma instrução muito clara a meus jogadores e tentarei, com isso, evitar a pressão sobre eles", afirmou.

Campeão duas vezes com o Milan, Carlo Ancelotti garantiu não estar nervoso para a decisão e lembrou que não deve se esforçar muito para deixar o grupo animado.

"Não estou tenso, estou concentrado, muito tranquilo. Para este tipo de partidas, não preciso trabalhar tanto, os jogadores estão motivados", explicou.

Ancelotti orienta seus atletas durante o treino no palco da final (Foto: Agência AP)

Real Madrid e Atlético de Madrid se enfrentam em Lisboa, neste sábado, às 15h45 (de Brasília), no Estádio da Luz.

VAVEL Logo