Real Madrid e Atlético de Madrid se enfrentam pela final da Champions League

Real Madrid e Atlético de Madrid estão prontos para entrar na história em Lisboa, os time se enfrentam pela final da Champions League e o palco da partida será o Estádio da Luz. O jogo vai acontecer neste sábado (24), às 15h45 no horário de Brasília. O árbitro da partida será o Björn Kuipers, da Holanda.

Pela primeira vez na história dois times da mesma cidade vão disputar a final da competição mais valiosa entre clubes. Uma rivalidade que sempre ultrapassou as fronteiras das quatros linhas vai parar todo o mundo da bola. O duelo também terá fatores internos - Carlo Ancelotti e Diego Pablo Simeone fazem o duelo entre treinadores, e para conquistar a Europa nesta temporada, eles terão que encontrar o equilibro certo entre coração, raça e inteligência.

Uma final de Champions League sempre cria uma enorme expectativa entre os fãs de futebol, e essa criará maiores ainda por se tratar de um derby. É impossível apontar um clube favorito para conquistar o título nesta final.

Real Madrid em busca de "la décima"

Por nove vezes o Real Madrid já colocou o nome no topo da Europa e desde então a décima conquista tem sido um sonho dos Merengues. Várias estrelas já passaram pelo clube depois da última conquista em 2001-02. Gareth Bale chegou no clube nesta temporada e tem a chance de conquistar o título tão sonhado por vários: "Como jogador, você quer sempre estar melhorando. E se aparece a oportunidade, você quer ir para o melhor clube do mundo para conquistar troféus como a Liga dos Campeões", disse o jogador.

A final também tem um gosto especial para Cristiano Ronaldo: o grande ídolo português disputará a final em seu país e vê um sonho se tornando realidade: "Amanhã será um sonho virando realidade jogar a final em Portugal. Tenho certeza que os fãs de futebol terão uma boa estada em meu país conhecido pela hospitalidade das pessoas", disse o jogador eleito o melhor do mundo em 2013.

Há dez anos, o Estádio da Luz foi palco de uma das maiores decepções para o atleta, quando Cristiano Ronaldo, então revelação da seleção portuguesa, viu o time cair diante da surpreendente Grécia na Eurocopa, vencendo a partida pelo placar de 1 a 0.

"Lá décima é o título que todo madrista quer" - Cristiano Ronaldo

Carlo Ancelotti terá dificuldades para escalar a equipe devido aos desfalques. O treinador já havia perdido Xabi Alonso, que tomou uma suspensão após acumular três cartões amarelos contra o Bayern de Munique. Agora o treinador ainda tem dúvidas com Benzema e Pepe, que sofreram lesões e não estão confirmados para o confronto.

"O treinamento de hoje (sexta) é muito importante. Com Cristiano e Bale não há problemas. Pepe e Benzema não treinaram esta semana e termos que ver o que acontece"

O treinador tem vasta experiência na competição, com dois títulos conquistados como técnico e dois como jogador, todos pelo Milan. Ancelotti não se diz pressionado para mais uma final em sua carreira.

"Não estou tenso, estou concentrado e muito tranquilo. Para este tipo de partida não é necessário trabalhar tanto, os jogadores estão motivados. Em 2007, pensei que seria minha última coletiva de imprensa em uma final e não foi. Quem sabe será essa.", disse o treinador italiano.

O Real Madrid fez uma grande Champions League até o momento. Já na fase de grupos o time teve que encarar Juventus e Galatasaray, mas conseguiu passar sem grandes complicações. Nas fases de mata-mata, foram autores de goleadas aplicadas sobre Schalke, Borussia Dortmund e Bayern de Munique. A campanha do Real Madrid tem sido fantástica em boa parte pelas atuações de Cristiano Ronaldo, atualmente melhor do mundo. Entretanto, todo o grupo de atletas é composto por jogadores em ótima fase, como Sergio Ramos, Angel Di Maria, Luka Modric, Gareth Bale e Karin Benzema. Um time forte e compacto que vai tentar fazer a história em Lisboa neste sábado.

Foto: Carla Cortés/VAVEL

Colchoneros voltam a final da Champions League e desta vez esperam um novo desfecho

A última vez que o Atlético de Madrid esteve em uma final de Champions League foi na temporada 1973-1974, 40 anos atrás. O time teria o desafio de enfrentar o Bayern de Munique, que tinha uma das melhores equipes da história e o incrível talento de Gerd Muller. Os Colchoneros viram a possibilidade de ganhar a Europa muito próxima, quando abriram o placar já na prorrogação, aos 114 minutos de jogo. Mas no último minuto de jogo, Hans-Georg Schwarzenbeck empatou a partida, e como na época não havia disputa de penalidades, a decisão teve um "replay". O jogo de volta foi um verdadeiro massacre bávaro: os espanhóis foram derrotados por 4 a 0 e viram a possibilidade de ganhar a Champions League pela primeira vez ir embora.

Depois de muito tempo na sombra do rival, o Atlético de Madrid mostrou uma grande evolução nos últimos anos e ganhou o título da La Liga nesta temporada, desbancando os gigantes Real Madrid e Barcelona. O último título do campeonato espanhol que o Atlético de Madrid havia ganho foi há 18 anos. Diego Simeone é um dos grandes responsáveis pela fase sensacional dos Colchoneros, mas o trenador que conquistar ainda mais: ''Temos de virar a página. No futebol, sempre conta a última coisa que você faz. Estes jogadores já entraram para história, mas nunca olhamos para trás'', disse o argentino.

"Temos de virar a página" - Diego Simeone

"Em partidas assim não há favoritos. Temos 50% de chances. Eles tem jogadores melhores individualmente e nós chegamos com uma motivação importante. Vai ser um jogo muito parelho, definido no meio de campo'', afirmou Simeone.

Filipe Luis analisou a equipe do Atlético de Madrid e creditou sucesso ao treinador pelas mudanças feitas no time: "Quando eu cheguei aqui, acreditava que o time tinha potencial. Mas não era um grupo de homens dentro de campo, pensava-se muito individualmente. O Simeone mudou isso", disse o brasileiro.

Tiago conhece bem o Estádio da Luz, o ex-jogador do Benfica também disse ser um sonho disputar uma final de Champions League no local, o jogador também destacou a confiança da equipe para a partida: "Estamos confiantes, pois temos uma identidade muito forte, como demonstramos ao longo de toda a época. Estaremos fortes, seremos o Atlético de sempre. O nosso jogo será o mesmo de sempre".

Simeone teve grandes problemas na semana. Arda Turan e Diego Costa se lesionaram durante a semana e agora viraram dúvidas para decisão. Diego Costa estava praticamente fora da decisão, mas o jogador foi até à Sérvia fazer um tratamento com líquido de placenta de cavalo e treinou normalmente na sexta-feira (23). Arda Turan também se mostrou recuperado da lesão que sofreu na região do quadril e tem chances de disputar a final.

Caso conquiste a Champions League neste domingo, a equipe o fará de maneira invicta. Os Colchoneros tiveram grandes desafios ao longo da competição, mas permaneceram fortes e não foram derrotados em nenhuma oportunidade. O time teve grandes desafios na competição e derrubou gigantes, em jogos históricos para a o clube, como a goleada feita em cima do Milan, a vitória sobre o Barcelona e o triunfo sobre o Chelsea em Stamford Bridge. A equipe dirigida por Diego Simeone é sem dúvidas merecedora de estar na final, com muita raça e um futebol eficiente o time vai fazendo história no futebol mundial.

Foto: Apa Caballero/VAVEL

Histórico de confrontos

A história está ao lado do Real Madrid. Os Merengues venceram 143 contra apenas 64 dos Colchoneros, em 264 jogos disputados entre as equipes de Madrid.

Iker Casillas atuando como titular jamais foi derrotado pelos Colchoneros. Na última final disputada entre os clube, o Atlético de Madrid conseguiu bater o tabu de 14 anos sem vencer o rival na última temporada, quando os Colchoneros bateram o Real Madrid dentro do Santiago Bernabéu por 2 a 1 com um gol do brasileiro Miranda já na prorrogação e conquistaram o título da Copa do Rey.

O último jogo realizado entre as equipes acontecer no Estádio Vicente Calderón, por La Liga. Os times empataram em 2 a 2, os gols do Atlético de Madrid foram marcados por Koke e Gabi, Benzema e Cristiano Ronaldo fizeram os gols do Real Madrid.

Fique de olho

Foto: Dani Mullar/VAVEL

Atual melhor do mundo, Cristiano Ronaldo é sem dúvidas o grande destaque do Real Madrid. O português foi o artilheiro da La Liga e também ganhador do prêmio Chuteira de Ouro, a fase de Ronaldo é sensacional. Nesta edição da Champions League, Cristiano Ronaldo já marcou 16 gols e é o maior artilheiro da história de uma edição da competição. Defendendo os Blancos desde 2009, o jogador tem a chance de conquistar o décimo título do clube e aumentar mais ainda sua história gloriosa dentro do futebol.

Foto: Jaime Del Campo/VAVEL

Diego Costa faz uma temporada incrível. Brasileiro naturalizado espanhol, Diego é o principal destaque do Atlético de Madrid na temporada, com 36 gols marcados. O jogador converteu o pênalti contra o Chelsea e chegou ao seu oitavo gol nesta edição da Champions League, se tornando o jogador do Atlético de Madrid com mais gols em uma única edição de Champions League. Aos 25 anos, Diego Costa pode fazer um sonho virar realidade neste sábado (24).

VAVEL Logo