Com gol nos acréscimos,Toronto empata com Sporting KC na Major League Soccer
O brasileiro Paulo Nagamura foi o capitão do SKC na partida(Foto: Divulgação/MLS)

No único jogo nesta sexta (23), o atual campeão Sporting Kansas City enfrentou o Toronto FC em jogo válido pela 12ª rodada da Major League Soccer. A partida acabou em 2 a 2 com um gol salvador de Orr aos 46 da etapa final, garantindo um ponto ao time canadense. Os Wizards subiram para o 2º lugar na Conferência Leste, já os Reds estão em 6º no mesmo grupo.

No time titular dos donos da casa dois brasileiros, Igor Julião, lateral emprestado pelo Fluminense, e Paulo Nagamura, que foi capitão do time nesta partida. A grande esperança de gols da partida era Dwyer e ele não decepcionou, guardou dois. Peter Vermer manteve sua formação com três atacantes, onde os meias saem para o jogo, assim como os laterais. Já no lado do Toronto, Júlio César e Bradley não atuaram por estarem nas listas de suas respectivas seleções. O brasileiro Jackson também não entrou em campo. Gilberto estava no ataque, até participou do jogo, mas não vem rendendo o esperado.

Na próxima rodada, o SKC vai ter DGW (Double Game Week), ou seja, vai jogar duas vezes na mesma rodada. Na terça-feira (27) contra o New York RB e no sábado (31) com o DC United. O Toronto terá uma decisão na quarta-feira (28). Enfrenta o Montreal Impact no primeiro jogo da final da Canadian Championship. No sábado, recebe o Crew.

Boas chances, domínio dos mandantes, mas nenhum gol

O primeiro lance de perigo foi do Toronto, Defoe esticou bola na direita, Rey cruzou e Kronberg encaixou. O Kansas City respondeu na sequência, Peterson fez boa jogada pela esquerda, cruzou rasteiro e a defesa com alguma dificuldade cortou. Os mandantes colocaram o seu ritmo no jogo, pressionando o time canadense, o meio campo trocava passes rápidos, acionando os laterais. Os Reds rapidamente perdiam a bola. Feilhaber e Nagamura articulavam as jogadas, distribuíam bem a bola.

Uma boa chance do TFC foi com Bekker, o camisa 8 cobrou falta próxima a área, mas mandou na barreira. Em outra jogada de bola parada, Defoe pegou a sobra, mas acabou travado. As bolas alçadas na área do SKC eram perigosas, Myers e Ellis tinham trabalho lá atrás. Aos 28 minutos, Igor Julião acabou sentindo uma lesão, mas acabou voltando a campo. Myers foi outro a receber atendimento, em uma disputa de bola o defensor acabou levando uma pancada no tornozelo. Ele acabou substituído por Zizzo.

Igor Julião fez boa jogada pela direita, pedalou para cima de Morrow e acabou derrubado, na cobrança da falta, Dwyer chutou longe do gol. O Toronto criou uma boa chance com Gilberto que chutou na saída do goleiro para fora, porém o lance já estava parado, o bandeirinha indicava impedimento. No fim do primeiro tempo, Zizzo chutou forte, a bola desviou em Cadwell, os jogadores do SKC pediram pênalti. Só deu tempo para Nagamura tentar um passe enfiado para Toni, o árbitro apitou o fim da primeira etapa.

Segundo tempo emocionante termina com gol no apagar das luzes

O time de Utah voltou pressionando, logo com um minuto Myers abriu o placar. O camisa 14 começou a jogada passando para Zizzo, que foi ao fundo e devolveu para o atacante chutar no cantinho de Bendik. O técnico Ryan Nelsen vendo a necessidade de atacar, fez duas mudanças visando aumentar o poder defensivo, o que acabou deixando alguns espaços atrás. Martinez chutou colocado da entrada da área e quase marcou.

O time do Toronto passou a parar o jogo com faltas, Bloom deu um carrinho em Zizzo e levou cartão amarelo. Gilberto fez jogada de velocidade pela esquerda, mas concluiu na rede pelo lado de fora. Feilhaber cobrou escanteio, a zaga afastou mal e Nagamura dominou e chutou com força obrigando o goleiro a fazer boa defesa. O capitão dos Reds perdeu a cabeça, Caldwell foi disputar uma bola com Toni e acabou acertando um chute violento no adversário, acabou expulso.

Mesmo com um jogador expulso, o time canadense marcou o gol de empate. A defesa tocava bola tranquilamente, até que Warner roubou a bola e tocou para Moore que chutou na saída do arqueiro. A impressão que dava é de um SKC mais cauteloso. Pouco depois, a torcida reclamou de um pênalti de Bloom em cima de Dwyer, que o árbitro mandou seguir. O Toronto marcava forte, fechava os espaços, restava aos atuais campeões chutes de fora da área e bolas altas. Nagamura levou perigo novamente com um chute de primeira, o goleiro defendeu com dificuldades.

Aos 37 da segunda etapa, Igor Julião se chocou com Moore e o juiz apontou a cal. Dwyer bateu bem sem chances para Bendik. Festa no Sporting Park. A partir do gol, os donos da casa passaram a administrar, mantendo a posse da bola. Porém nos acréscimos veio o gol de empate. Bola na área, a defesa não afastou, Hagglund chutou e Orr antecipou-se ao goleiro para balançar as redes, calando o estádio.

Veja os melhores momentos da partida:

VAVEL Logo