Em amistoso pré-Copa, Blanco se despede e México vence Israel
(Foto: Divulgação/FMF)

Em um dos amistosos preparatórios para a Copa do Mundo, o México recebeu a seleção de Israel no lendário Estádio Azteca. Sob observação de Luis Felipe Scolari, a seleção mexicana - bastante desfalcada -, não trouxe muitas novidades e venceu sem muitas dificuldades pelo placar de 3 a 0.

Ao rolar da bola, o time da casa tratou de se impor, como era preciso. Porém, os visitantes não se intimidaram e foram fortes, ao ponto de segurar o ímpeto ofensivo do adversário nos primeiros minutos de jogo. Faltava um pouco mais de identidade à seleção treinada por Miguel Herrerra.

Aos 42 minutos, o time da casa abriu o placar. Miguel Layún bateu de longe e sem medo. O goleiro israelense Harush tentou defender mas acabou pondo para suas redes. Uma falha imperdoável. Por outro lado, o México não tinha com o que se preocupar.

Na etapa final, coube ao time mexicano se impor. Enquanto o treinador fazia testes, Layún arriscou e conseguiu vencer o goleiro mais uma vez - sacramentando o vexame do arqueiro israelense, que ainda tocou na bola, mas a viu morrer dentro das redes.

Em seguida, o goleiro Corona se lesionou seriamente e colocou em xeque a camisa 1 do México para o mundial. Foi uma fatalidade. Ochoa, entrou em seu lugar e não decepcionou.

Antes do final, o time da casa ainda abriu mais um gol e se despediu com brio de seu país. O terceiro gol foi anotado por Fabian, dando números finais ao jogo.

O grande acontecimento foi a dependida de Cuauhtémoc Blanco, que foi herói e maior artilheiro da La Tri. A despedida, vestindo a camisa da seleção, foi um prêmio de honra ao mérito para o grande goleador, que entregou a faixa de capitão para Corona ao sair de campo.

VAVEL Logo