Funcionário e hóspede de hotel atropelados por carro da Mercedes não correm mais risco de morte
Feridos foram levados ao hospital por helicóptero (Foto: Divulgação)

Na última terça-feira (27), uma ação de marketing da empresa automobilística Mercedes-Benz, patrocinadora da seleção alemã de futebol, deixou dois feridos na área do hotel onde os comandados de Joachim Löw estão hospedados. Dois carros participaram do evento. Um deles, provocador do acidente, era dirigido por Pascal Wehrlein, piloto da DTM, e tinha o zagueiro Benedikt Höwedes, jogador do Schalke 04, como passageiro. No outro veículo estavam Nico Rosberg, piloto da Fórmula 1 e o meia Julian Draxler, também do Schalke.

LEIA MAIS: Ação de marketing de patrocinadora da seleção alemã provoca acidente em hotel

Os atropelados eram um funcionário do hotel e um hóspede do recinto. Apesar do acontecimento, eles não correm mais risco de morte, como informou a Deutscher Fußball-Bund (Federação Alemã de Futebol) na manhã desta quinta-feira (29).

Informações detalhadas sobre a gravidade dos ferimentos do turista o qual estava hospedado no hotel não foram fornecidas. O que se sabe é que ele tem 63 anos e, à hora do acidente, caminhava com sua esposa pela estrada a qual havia sido bloqueada pelas autoridades locais para que os automóveis da Mercedes realizassem a propaganda.

Em relação à outra pessoa atropelada, que cuidava da segurança do local, foi informado que seus ferimentos não inspiram maiores cuidados dos médicos. Ambas as vítimas continuam sob observação.

Passado o susto, o selecionado da Alemanha agora volta a concentrar suas atenções no amistoso do próximo domingo (1), contra a seleção de Camarões. A partida será realizada no Borussia-Park, em Mönchengladbach.

VAVEL Logo