Em Nice, França recebe Paraguai sem Ribéry e dois do Real Madrid

A seleção da França segue se preparando para a Copa do Mundo do Brasil e enfrentará neste domingo (1), às 16h no horário de Brasília, a seleção do Paraguai. O amistoso será realizado no Allianz Riviera, estádio da equipe do Nice inaugurado em 2013 e sede da próxima Eurocopa, que será realizada na França. Será apenas a segunda vez que a cidade homônima ao clube receberá a seleção, sendo que na primeira ocasião a França venceu a Tchecoslováquia por 3 a 0 no dia 5 de setembro de 1970.

Este será o segundo de três amistosos que foram agendados pelos Bleus antes do início do Mundial no Brasil. Na última terça (27), a seleção francesa enfrentou a Noruega no Stade de France, em Paris, e renovou as esperanças dos torcedores com uma boa atuação, vencendo os nórdicos por 4 a 0 com dois gols do atacante Olivier Giroud. Depois de enfrentar o Paraguai, a França ainda terá o compromisso contra a Jamaica no domingo da semana que vem antes de iniciar a Copa no dia 15, contra a seleção de Honduras em Porto Alegre.

Já a seleção do Paraguai, que decepcionou e ficou em último lugar nas eliminatórias da América do Sul para a Copa, está servindo como adversária das seleções que virão até o Brasil. Na última quinta (29), enfrentou a seleção de Camarões na Áustria e venceu os africanos por 2 a 1, com gols de Óscar Romero e Roque Santa-Cruz. Choupo-Moting descontou para os camaroneses.

Três jogadores desfalcam a França

Para enfrentar o Paraguai, o treinador Didier Deschamps não terá três jogadores à disposição. Franck Ribéry, que ficou de fora do jogo contra a Noruega, continua afastado por conta de dores nas costas e nem treinou com seus companheiros desde que se juntou à equipe no Centro de Treinamento de Clairefontaine na semana passada. A Federação Francesa de Futebol anunciou no sábado (31) que Ribéry passou por exames em um hospital de Paris para avaliar seu problema e o presidente da FFF, Noël Le Graët, disse que “ele irá voltar aos treinamentos certamente na próxima semana”.

Além do meia do Bayern de Munique, Deschamps confirmou no último sábado (31) que Raphaël Varane e Karim Benzema, jogadores do Real Madrid, também não farão parte da equipe que enfrenta o Paraguai. De acordo com o treinador, a ausência dos dois não é devida a problemas físicos e sim ao atraso que os dois tiveram para se juntar ao resto da equipe por conta da decisão da Uefa Champions League.

Deschamps falou o que pensa sobre a equipe do Paraguai (Foto: Claude Paris / AP Photo)

Sobre o adversário deste domingo, Didier Deschamps declarou em entrevista coletiva que será um confronto bastante diferente da partida anterior. “Eles tiveram uma fase eliminatória complicada na América do Sul, mas depois disso, o técnico mudou. Victor Genes lançou sete, oito novos jogadores que estiveram em campo na quinta. Se serão os mesmos no domingo eu não sei, mas eles estiveram em campo contra Camarões. Eles são sul-americanos, não deixam passar nada, são lutadores, mas também sabem jogar futebol. Será um estilo diferente da Noruega”, declarou.

Paraguai vai para o confronto com apenas uma dúvida

Se Didier Deschamps não sabe se o Paraguai vai modificado, Victor Genes, treinador da seleção, parece ter decidido seu onze inicial que irá a campo contra os franceses e a equipe mudará de esquema, indo para um 3-5-2. De acordo com um comunicado no site oficial, a única dúvida de Genes é sobre o zagueiro Gustavo Gómez. O defensor realizou trabalhos separado dos outros jogadores por precaução, devido a dores na região posterior da coxa direita.

Roque Santa Cruz considera a França como favorita na Copa de 2014 (Foto: Franck Fife / Getty Images)

Capitão e maior artilheiro de todos os tempos da seleção paraguaia, Roque Santa Cruz disse em coletiva no último sábado (31) que a seleção da França é uma das favoritas para ganhar o título na Copa do Mundo de 2014. “É incontestável, este é uma grande equipe com jogadores de excelente qualidade. Tudo dependerá da atmosfera em que estará o grupo, mas, para mim, esta é uma das favoritas para vencer o Mundial. Eles são capazes”, disse o atacante.

VAVEL Logo