Uli Hoeness cumprirá 3 anos e meio de prisão por sonegação fiscal
Uli Hoeness cumprirá 3 anos e meio de prisão por sonegação fiscal (Foto: Reprodução/Mail.com)

O Ex-presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, está desde ultima segunda-feira detido na prisão de Landsberg. O dirigente foi condenado por evasão fiscal. A mesma penitenciária que o ex-zagueiro da equipe bávara Breno cumpre pena por ter incendiado a sua residência em 2011.

Se subtraídos os 18 meses de condicional, Hoeness poderá contar com condições carcerárias mais amenas já daqui a dez meses. Saídas e férias fazem parte desses benefícios. É exatamente o estágio no qual se encontra o zagueiro brasileiro Breno, condenado há três anos e nove meses por ter incendiado a própria casa em 2011. O detento pode sair durante o dia, trabalhar e manter as suas atividades normalmente, mas à noite retorna à cela.

Uli Hoeness foi à primeira personalidade pública alemã a cair na mira do fisco do país, após o endurecimento da punição aos sonegadores, em 2012. Desde então, a lei alemã excluiu a opção de liberdade condicional em casos de sonegação acima de um milhão de euros.

O ex-presidente do Bayern de Munique foi condenado em 13 de março deste ano. No julgamento, que durou por quatro dias, o Tribunal Regional de Munique o considerou culpado em sete acusações. Hoeness aceitou a sentença, sem recorrer. O Ministério Público, que pedia pena de cinco anos e meio, também não pediu revisão da sentença.

"Após discutir com minha família, eu decidi aceitar o julgamento por conta da evasão fiscal. Eu dei instruções aos meus advogados para não apelarem. Isso corresponde ao meu entender de uma decência e responsabilidade pessoal", declarou em março o ex-presidente do clube bávaro.

VAVEL Logo