Holanda vence País de Gales no último amistoso preparatório para a Copa do Mundo
Jogadores holandeses comemorando o segundo gol (Foto: OnsOranje.nl)

Na tarde/noite desta quarta-feira (04), a Holanda recebeu o País de Gales, em Amsterdam para a disputa do útlimo amistoso preparatório para a Copa do Mundo. Sem poder contar com De Guzman, com uma leve lesão, Louis van Gaal manteve o esquema 5-3-2, com a entrada de Fer no time.

Em jogo marcado por tempos distintos, os holandeses venceram a seleção de Gareth Bale pelo placar de 2 a 0, com gols marcados por Robben - no primeiro tempo - e Lens, na etapa complementar.

A equipe holandesa agora deve seguir viagem para o Brasil. O próximo compromisso da Oranje é no dia 13 de Julho, na estreia da seleção pela Copa do Mundo, contra a atual campeã Espanha. O jogo está marcado para as 16h (Horário de Brasília), em Salvador na Arena Fonte Nova.

Holanda assusta logo no começo

A partida começou e a seleção laranja logo tomou a iniciativa. Com dois minutos de bola rolando, Van Persie assustou em jogada pelo lado esquerdo. O atacante invadiu a área, cortou para o meio e bateu firme, o goleiro espalmou fraco e a zaga afastou. O galeses jogavam fechados, num 4-5-1 e povoavam todo o meio-campo. A seleção holandesa passou a apostar nas bolas rápidas, nas costas dos defensores adversários, e quase deu certo. Aos 8 minutos, De Vrij deu bom lançamento a Robben, que dominou e chutou cruzado, a bola passou perto da trave direita.

Mesmo sem exercer uma grande pressão sobre o adversário, a Holanda tinha o controle da partida e não deixava a seleção galesa levar perigo. Com o adversário jogando fechado, o ritmo do jogo era lento. A Holanda tocava a bola em busca de algum espaço, aos 24 minutos ele apareceu em boa jogada coletiva, que terminou no passe de Sneijder para Robben. O jogador do Bayern Munich, tirou dois defensores, além do goleiro do lance e chutou, a bola ia entrando, mas um outro defensor do time galês tirou a bola quase que em cima da linha!

A Oranje seguiu criando, até que finalmente marcou. Aos 31 minutos, após bom lance de Van Persie novamente pela esquerda, o jogador do Manchester United, quase sem ângulo bateu cruzado, o goleiro deu rebote para o meio da área e Arjen Robben completou para gol, abrindo a contagem na Amsterdam ArenA.

E por pouco a Holanda não ampliou, já na parte final do primeiro tempo, Janmaat foi lançado em velocidade pela lateral, o jogador do Feyenoord cruzou rasteiro e Van Persie de primeira deu um sutil toque na bola, que passou muito perto da trave esquerda. Encerrando assim a primeira parte da partida.

Em segundo tempo fraco, Holanda amplia a vantagem

No começo da segunda etapa, Louis van Gaal promoveu alterações na equipe. Ele tirou Fer e Van Persie (lesionado) e pôs em campo Wijnaldum e Lens. O jogador do Dynamo Kiev jogou boa parte do segundo tempo numa posição que não é a sua, como "homem de referência" no ataque holandês.

O time holandês voltou em marcha lenta e bastante desatento para a segunda etapa. O que deixou a partida ainda mais devagar. O galeses que jogavam fechados, com uma linha de 4 defensores e outra linha de 5 jogadores no meio-campo, começaram a se soltar um pouco no jogo e levaram algum perigo. Aos 66' Em uma grande desantenção defensiva da Holanda, após uma cobrança de lateral, o forte atacante Easter ficou cara a cara com o goleiro Zoet, que por sorte consegiu abafar o lance.

Os galeses se empolgaram, tanto que meio-campista Williams fez grande jogada individual, passando por 4 jogadores holandeses e foi travado na hora exata do chute, pelo zagueiro Vlaar. Ainda mal no segundo tempo, a equipe holandesa conseguiu achar o segundo gol em jogada de contra-ataque. Após o erro de passe, Sneijder lançou Robben em velocidade na direta, ele invadiu a área e passou para Jeremain Lens só empurrar para as redes, aos 76 minutos.

O segundo gol esfriou os galeses e deu uma cômoda vantagem a Oranje, que limitou-se daí em diante a apenas fazer o tempo passar, com toques de bola e uma ou outra tentativa de ataque. O resultado agradou o treinador Louis van Gaal e a torcida, mas o futebol apresentado pela equipe laranja ainda não convenceu grande parte dos espectadores, que veem com desconfiança a Seleção Holandesa.

VAVEL Logo