Técnico da Costa Rica encara presença da seleção no "Grupo da Morte" como motivação
Colombiano confia no potencial de seus comandados para a Sele se sobressair no Grupo D do Mundial (Foto: Kyusung Gong)

O sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2014 não foi nada generoso com a Costa Rica. Os Ticos fazem companhia a três seleções campeãs mundiais no Grupo D da competição: a tetracampeã Itália, o bicampeão Uruguai e a campeã Inglaterra. Mesmo com as previsíveis dificuldades que seus comandados terão pela frente, o técnico colombiano Jorge Luis Pinto disse não temer os adversários e estar contente por figurar no chamado "Grupo da Morte".

"Ao contrário do que todos pensam, senti alegria e motivação pelo grupo. Motivou-me extraordinariamente a condição de enfrentar três campeões do mundo. Vamos jogar sem temor, sem medo. Podemos ganhar", disse o treinador.

"Estamos há cinco meses os seguindo em todos os campos, vendo jogadores, treinamentos, com pessoas de minha confiança. No Uruguai, na Inglaterra e em todos os lugares. Temos uma boa bagagem de conhecimento, que podemos analisar com todos os detalhes", garantiu Pinto, revelando que sua seleção conta com "espiões" para estudar os adversários.

Hospedados na cidade de Santos, no litoral do estado de São Paulo, os costarriquenhos vêm se preparando para a estreia contra o Uruguai, a ser jogada no próximo sábado (14), às 16h de Brasília, no Castelão, em Fortaleza. O local de treinamento da Sele vem sendo a Vila Belmiro, estádio do Santos Futebol Clube.

VAVEL Logo