Niko Kovac reclama da arbitragem na abertura: "Ridículo"
Técnico croata criticou a arbitragem de Ni

Um erro crucial. O suficiente para Niko Kovac, técnico da seleção croata, descer o verbo para cima da arbitragem japonesa do jogo entre Brasil e Croácia. Após a derrota de sua seleção no primeiro jogo da Copa do Mundo 2014, o comandante croata ficou indignado com a marcação do pênalti assinalado em cima de Fred e concluído em gol por Neymar, que naquele momento significava a virada de uma partida que se desenhava difícil para o time canarinho.   

“Se alguém viu pênalti em qualquer lugar do estádio, que levante a mão. Eu não consigo levantar a mão. Não acredito que aquilo tenha sido pênalti. É ridículo. Infelizmente, o árbitro estava fora de sua categoria. Não gosto de culpar a arbitragem, mas me culpo por não ter enfatizado isso na entrevista coletiva de ontem” disse o treinador.

Como forma de protesto, Kovac citou o fair play, principal slogan da Fifa: “O slogan da Fifa é de respeito. Temos que respeitar os dois times. Isso foi ridículo. Se continuar assim, vai virar um circo. Eu preciso dizer isso e espero que as coisas melhorem” comentou.  

Apesar das duras críticas ao árbitro japonês Yushi Nishimura, Kovac fez elogios ao futebol apresentado pela seleção brasileira e isentou Fred de culpa no lance do pênalti.

“Foi uma vitória justa do Brasil, é preciso reconhecer. E o Brasil não precisa de nenhuma ajuda, está cheio de jogadores excelentes, e eles não têm culpa da arbitragem. Também não posso culpar Fred, pois ele fez o que todos tentam fazer, é do esporte. Mas quero que as regras sejam seguidas para ambos os lados” encerrou o treinador croata.

VAVEL Logo