Emocionado com incentivo da torcida brasileira, Drogba diz: “Sinto que estou no meu país”

O atacante Didier Drogba foi o grande destaque da vitória de virada da Costa do Marfim sobre o Japão por 2 a 1, na noite do sábado (14), na Arena Pernambuco, em Recife. Após o fim do jogo, o atacante do Galatasaray se emocionou com a festa que os torcedores brasileiros realizaram no momento de sua entrada em campo no segundo tempo.

Eu fiquei orgulhoso! É fantástico sentir esse amor, essa paixão. Sinto como se estivesse no meu país, na minha casa, na minha Costa do Marfim. É o mesmo sentimento. É muito bom para mim e para todo o time ter o apoio dos fãs dessa maneira”, disse Drogba à ESPN Brasil.

Em seguida, o atacante concordou que sua entrada em campo foi decisiva para os Elefantes virarem a panorama da partida. Os 17 minutos do segundo tempo, quando Drogba havia entrado em campo, sua seleção perdia por 1 a 0 – gol de Keisuke Honda para os japoneses–, mas cinco minutos mais tarde já vencia por 2 a 1.

Acho que [depois de sua entrada] fomos mais diretos. Criamos boas chances na primeira etapa, mas não fomos tão eficientes. No segundo tempo, voltamos com um espírito melhor, com mais desejo de ganhar, e foi por isso que conseguimos os dois gols”, afirmou o jogador, que ainda não tem condições físicas ideais para ser titular.

Bem humorado e feliz pelo triunfo sobre os japoneses, Drogba aproveitou o momento de descontração para tirar sarro de seu companheiro de equipe Gervinho, autor do gol de desempate dos Elefantes. “Até Gervinho fez um gol de cabeça [risos]! A última vez que ele fez um gol de cabeça já faz uns três anos. Ele mesmo me falou [risos]”, brincou.

Perguntado se já se sentia classificado para a próxima fase, Droga desconversou e enfatizou que a competição ainda não terminou e pode haver surpresas em alguns jogos. “O Japão é um bom time e fico feliz que conseguimos vencê-los, mas a competição ainda não acabou. Nem para nós, nem para eles”, analisou.

A Costa do Marfim está na segunda colocação do Grupo C no Mundial com três pontos, mesmos pontos da líder Colômbia, que derrotou a Grécia por 3 a 0 e leva vantagem no saldo de gols. Já o Japão fica em terceiro e a Grécia em quarto.

Na próxima quinta-feira (19), a Costa do Marfim enfrenta a líder Colômbia, no estádio Nacional de Brasília, às 13h, para tentar manter o embalo. O Japão, por sua vez, enfrenta a Grécia, no mesmo dia, às 19h, na Arena das Dunas, em Natal, a fim de se recuperar no torneio.

VAVEL Logo