Goleiro falha e Rússia empata com a Coreia do Sul na estreia pela Copa do Mundo
(Foto: Paul Hanna/REUTERS)

Rússia e Coreia do Sul protagonizaram nesta terça-feira (17) um confronto pouco atrativo. A carência de emoções na partida levou os torcedores presentes na Arena Pantanal, em Cuiabá, a ecoarem sonoras vaias para os atletas em campo para a partida que marcou a estreia das duas únicas seleções que ainda não haviam entrado em campo, fechando a primeira rodada do Grupo H.

Porém, a segunda parte do jogo reservou diversos momentos de alegria e tristeza para os que marcaram presença no estádio. Depois de um primeiro tempo fraco em todos os quesitos, a segunda etapa, especificamente após um frango do goleiro russo Akinfeev, a começou a tomar um rumo completamente distinto, culminando no gol do empate russo que foi marcado por Kerzhakov, que acalmou os animos do jogo e o fez voltar ao pragmatismo inicial.

Com um time formado somente por jogadores que atuam no campeonato local, a seleção da Rússia era considerada candidata a surpresa da competição, porém a ausência do veterano meia Shirokov, por problema de lesão, atrapalhou bastante as pretensões da equipe europeia nesta Copa do Mundo

Já a Coreia do Sul foi taxada como uma possível zebra desta fase de grupos da Copa do Mundo. O time coreano possui muitos dos seus jogadores atuando nas grandes ligas europeias, mas não eram consideradas as principais forças do grupo em questão.

O confronto também foi marcado pelo duelo de duas escolas diferentes do futebol mundial. Enquanto o time russo prezava por um plano de jogo que valorizava a posse de bola, a equipe coreana possuía uma maior velocidade na criação das jogadas, buscando o gol de maneira frenética sempre que estava com a bola nos pés.

Com o empate por 1 a 1, Rússia e Coreia do Sul agora aguardam pelos seus próximos oponentes na fase de grupos da Copa do Mundo. Os russos irão enfrentar a forte seleção belga, enquanto os asiáticos jogarão com a Argélia, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre, respectivamente.

Primeiro tempo fraco em Cuiabá

A primeira etapa do jogo foi marcada pelo pragmatismo de ambos os times. Rússia e Coreia do Sul pouco se esforçavam na criação de jogadas, e, desta forma protagonizanaram um confronto de poucas emoções e sem muita atração para os seus telespectadores.

As melhores oportunidades começaram a aparecer depois de quase meia hora de jogo, como em uma forte finalização do defensor russo Ignashevich, que obrigou o goleiro da Coreia a realizar uma bela intervenção. No lance seguinte, outra boa chegada da Rússia, desta vez com Kokorin puxando um bom contra-ataque e entregando a bola para Zhirkov, que finalizou mal. 

As boas chegadas do time russo acabaram acordando a Coreia do Sul, que respondeu com uma finalização para fora de Koo após rápido contra-ataque do time asiático. Um dos destaques do confronto, Son Heung Min, ainda desperdiçou uma ótima chance. Livre de marcação na área, o jogador coreano finalizou forte e acabou mandando a bola para as arquibancadas da Arena Pantanal.

Partida segue sonolenta até falha do goleiro russo

Os primeiros minutos da segunda etapa da partida entre Rússia e Coreia do Sul foram de poucas emoções para os torcedores, embora o time russo tenha chego com perigo duas vezes a meta coreana - primeiro com um chute de longa distância e depois com um ótimo cabeceio do zagueiro Berezutsky, após escanteio cobrado por Kombarov. Respondendo o bombardeio europeu, a Coreia tentou arremates de fora da área, que foram defendidos com certa dificuldade pelo goleiro Akinfeev.

Aos 22 minutos da etapa complementar, um lance mudou todo o rumo do confronto. Lee Keun Ho, que havia acabado entrar em campo, arriscou uma finalização da entrada da área, que poderia ter sido facilmente defendida pelo arqueiro da Rússia. Porém, o mesmo se atrapalhou todo e acabou protagonizando um lance bizarro que resultou em um gol coreano, o primeiro do confronto.

Visando empatar o jogo, o experiente treinador italiano Fabio Capello colocou em campo a estrela russa Kerzhakov, que após rebote do goleiro coreano em chute de Dzagoev, empatou o confronto para os russos. Depois do gol de empate a Rússia foi para cima da Coreia do Sul, que conseguiu se defender com total eficácia das jogadas de linha de fundo realizadas insistentemente pelos europeus e ainda levou perigo em alguns contra-golpes. A solidez defensiva de ambas equipes foi o principal fator para determinar o empate de uma partida que, em boa parte, foi carente de emoções.

VAVEL Logo