Não satisfeito com a estreia da Argentina, Sabella volta ao esquema usual
(Foto: Divulgação / AFA)

A fraca atuação na estreia diante a Bósnia trouxe consequências para a Seleção Argentina. Além de declarações de jogadores, como Mascherano, desaprovando o esquema 5-3-2 proposto no primeiro tempo, houve um mal estar entre os jogadores e comissão técnica.

Sobre o sistema tático, Messi não foi tão crítico, mas declarou não se sentir tão confortável: "No primeiro tempo foi difícil ter a bola. E, quando a tínhamos, estava muito longe do rival. Perdi várias bolas assim e não consegui faze a partida que queria. Nós, do sistemas ofensivo, se sentimos mais confortáveis com três atacantes".

Na tarde desta terça-feira (17), na Cidade do Galo, Sabella voltou a armar o tradicional 4-3-3 muito usado nas eliminatórias sul-americanas. O time titular contou com: Romero; Zabaleta, Fede Fernández, Garay e Rojo; Mascherano, Enzo Pérez e Maxi Rodríguez; Messi, Aguero e Higuaín.

Com uma fadiga muscular, Dí Maria treinou em separado em um ginásio. Gago, de boa atuação no Domingo, treinou entre os suplentes. Já Rodrigo Palacio treinou pela primeira vez junto com seus companheiros no Brasil. O atacante estava fora desde o amistoso com Trinidad e Tobago, no dia 4 de junho, quando sofreu pancada no tornozelo. Desde aquele dia, fez reabilitação intensiva e agora está apto a atuar na Copa do Mundo de 2014

A segunda partida na Argentina nesta Copa do Mundo será diante o Irã, no sábado, às 13h, no Mineirão.

VAVEL Logo