Líderes do Grupo D, Itália e Costa Rica se enfrentam na busca pela classificação

Pelo Grupo D da Copa do Mundo 2014, as duas seleções que venceram na primeira rodada, Itália e Costa Rica, irão se enfrentar nesta sexta-feira (20) buscando a classificação para as oitavas-de-final do torneio. O jogo está marcado para as 13h, na Arena Pernambuco, em Recife.

Com a vitória do Uruguai sobre a Inglaterra na quinta-feira (19), por 2 a 1, em jogo realizado no estádio Itaquerão, em São Paulo, a seleção que vencer a partida desta sexta-feira (20) estará matematicamente classificada para as oitavas-de-final do Mundial, visto que Itália e Costa Rica venceram Inglaterra e Uruguai, respectivamente, nos jogos de abertura e têm seis pontos cada - os costarriquenhos estão na frente no saldo de gols (+2 gols contra +1 gol dos italianos).

Jogando no “calor infernal” de Manaus, subscrevendo o que Andrea Pirlo disse após o fim da partida na Arena da Amazônia, a seleção italiana superou as adversidades e derrotou a seleção inglesa por 2 a 1, com gols de Claudio Marchisio e Mario Balotelli. Daniel Sturridge descontou para o English Team.

Ao contrário dos italianos, a seleção da Costa Rica não teve muitas dificuldades para abater a seleção de Uruguai por 3 a 1 no jogo de abertura do Grupo D, no estádio Castelão, em Fortaleza, com gols de Joel Campbell, Óscar Duarte e Marco Ureña. Edison Cavani, de pênalti, diminuiu para os uruguaios.

Prandelli tem problemas na defesa, mas Buffon está garantido na meta azzurra

Assim como no jogo contra a Inglaterra, o treinador da Itália, Cesare Prandelli, terá problemas para enfrentar os costarriquenhos. Contra os ingleses, Prandelli perdeu o goleiro Gianluigi Buffon, que torceu o tornozelo esquerdo no treinamento, e o lateral Mattia De Sciglio, que sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda, e para a partida em Recife a especulação é de que Leonardo Bonucci entre na vaga de Andrea Barzagli.

A mudança na defesa deve-se ao fato de que Barzagli não está nas melhores condições para a partida, e Bonucci, que acompanhou a vitória dos italianos sobre os ingleses na semana passada do banco de reservas, substitua-o. E as mudanças na defesa não param por aí. Além de Bonucci, Giorgio Chiellini, que foi deslocado para a lateral-esquerda no jogo contra a Inglaterra, deve voltar para o centro da defesa, fazendo com que Gabriel Paletta volte para o banco de reservas.

As laterais também terão mudanças. Mattia Darmian, titular da lateral-direita contra a Inglaterra, irá para a lateral-esquerda, enquanto Ignazio Abate, reserva contra a Inglaterra, está cotado para entrar em seu lugar na lateral-direita. Os desfalques contra o English Team, Buffon e De Sciglio, treinaram com junto com os demais jogadores na quarta-feira (18) e têm condições de jogo. Confirmado como titular, o goleiro da Juventus entrará para a história das Copas.

Buffon foi convocado para a sua quinta Copa do Mundo, honra que só o mexicano Antonio Carbajal e o alemão Lotthar Matthäus têm em seus currículos.

No meio-campo da azzurra, a única mudança em relação ao último jogo será a entrada do ítalo-brasileiro Thiago Motta na vaga de Marco Verratti, que está com desgaste físico.

Atacante titular da Azzurra, Balotelli diz estar focado somente na Copa do Mundo

Em entrevista coletiva concedida na quinta-feira (19), o atacante do Milan e da seleção italiana, Mario Balotelli, declarou estar com pensamento somente nas partidas da Copa do Mundo, e não em sua vida pessoal. O jogador está sendo fortemente ligado a uma possível transferência para o Arsenal após o fim do Mundial no Brasil, porém ele afirmou estar pensando somente na partida contra a Costa Rica.

Eu só estou pensando na Copa do Mundo. O que vai acontecer depois nós vamos ter que ver. Eu só quero jogar esta Copa do Mundo e marcar o máximo de gols que eu conseguir. Mas o importante é ganhar da Costa Rica amanhã (sexta-feira) e ir para a próxima fase. Todos nós sabemos que a Costa Rica é uma boa equipe, por isso não estamos surpresos por eles terem derrotado o Uruguai”, disse Balotelli na coletiva.

Em seguida, o atacante deixou o egocentrismo de lado e destacou que está com pensamento somente na vitória contra os costarriquenhos, e não em marcar gols para si mesmo.

Espero que esta seja a Copa do Mundo da Itália, e não de Mario [Balotelli]. Quero ajudar a equipe com gols, mas eu não me importo em não ser a estrela do torneio. Eu quero estar em uma equipe vencedora, simples assim. Eu quero ganhar a Copa do Mundo, não ser uma estrela. Claro, é sonho de todo jogador ganhar uma Copa do Mundo e uma Bola de Oura da Fifa, mas agora essas coisas não estão em minha mente”, finalizou o jogador.

Jorge Luis Pinto está confiante de que a Costa Rica irá avançar às oitavas após 24 anos de jejum

Se para os italianos a vitória significa somente o avanço de fase, para os costarriquenhos significa muito mais do que um simples avanço às oitavas-de-final. Isso porque a Costa Rica não chega a uma fase de mata-mata desde 1990, e nas duas últimas participações ficou na fase de grupos.

Sabendo disso, o técnico Jorge Luis Pinto acredita que seus comandados podem surpreender novamente na Copa e vencer os italianos, conquistando a classificação para a fase de mata-mata, deixando mais uma seleção campeã mundial pelo caminho.

Nós vamos repetir esse esforço contra a Itália. Queremos ser protagonistas não só na primeira rodada, mas nas próximas, buscando os pontos para classificar”, garantiu o treinador em entrevista coletiva na quinta-feira (19).

Pensando em como parar o ataque italiano, o treinador colombiano deve repetir o mesmo esquema tático da estreia contra a Itália, a fim de segurar o ataque dos italianos que tem Balotelli como referência. Além disso, o treinador colombiano espera que o goleiro Keylor Navas, do Levante, da Espanha, feche o gol contra os italianos, do mesmo modo que fez na partida contra o Uruguai.

Já o destaque do time fica por conta de Joel Campbell, autor de um gol contra o Uruguai. O jovem atacante de 21 anos fez uma boa temporada defendendo as cores do Olympiakos, da Grécia, na última temporada e, com isso, o Arsenal, detentor de seu passe, o solicitou de volta para a temporada 2014/2015. Agora, portanto, resta saber se Campbell jogará bem contra a Itália para ganhar ainda mais valorização quando retornar ao Arsenal.

VAVEL Logo