Decisivo, meia belga Hazard admite: "Eu faço a diferença"

Eleito melhor jogador da partida em votação tradicionalmente realizada no site da Fifa, Eden Hazard deixou a modéstia de lado para admitir sua importância para a Bélgica. Autor da jogada que resultou em assistência para Origi marcar o gol da vitória sobre a Rússia, o meia do Chelsea disse saber da responsabilidade que tem.

Após o apito final, Hazard creditou o bom desempenho no lance já no fim da partida a seu preparo físico. Eu sinto que estou em boa forma, então eu tento fazer a diferença. E eu faço a diferença, geralmente no fim das partidas, o que mostra que eu ainda tenho fôlego, comentou.

Perguntado sobre Origi, autor do gol belga, Hazard elogiou, porém fez questão de minimizar a concorrência com Lukaku, afirmando que o titular teve pouco espaço, o que o reserva só conseguiu em um contra-ataque. Penso que Divock [Origi] e Romelu [Lukaku] têm estilos diferentes. Lukaku não segura a bola, é um jogador que aparece pra finalizar, e não teve espaço pra isso. Origi se aproveitou disso, se movimentou, buscou espaço, analisou o camisa 10.

Mesmo com a vitória, o jogador não se ilude, admitindo a partida abaixo do que o time pode produzir. Não fizemos um bom jogo. Os últimos dez minutos foram bons, mas foi só isso. Os reservas que entraram foram bem e a defesa da Rússia estava cansada, então tivemos mais espaço, concluiu.

Sobre a classificação antecipada, foi enfático, exaltando a importância da vaga antecipada. Foi um jogo muito complicado, mas estamos felizes com o resultado e a vitória. Ainda temos mais um jogo e já estamos classificados. Vamos tentar alcançar a terceira vitória nessa fase de grupos.

VAVEL Logo