Villa marca, Espanha goleia Austrália e se despede da Copa do Mundo

No confronto dos eliminados, Austrália e Espanha se enfrentaram na Arena da Baixada, em Curitiba. Os espanhóis dominaram a partida o tempo todo e venceram por 3 a 0, gols de David Villa, Fernando Torres e Juan Mata. Villa marcou, provavelmente, seu último gol pela seleção espanhola. Quando foi substituído, o jogador saiu de campo emocionado e chorou quando chegou ao banco de reservas.

A Espanha se despede da Copa com três pontos, enquanto os australianos voltam para casa sem ter pontuado. No outro jogo do Grupo B, a Holanda venceu o Chile por 2 a 0 e aguarda a definição do Grupo A para saber os confrontos das oitavas-de-final.

Espanha domina e Villa marca na possível despedida

Apesar de eliminada, a Austrália começou partindo para o ataque logo no primeiro minuto pela ponta esquerda. Com muitos reservas, Iniesta e Sergio Ramos – que foram dois dos poucos titulares selecionados para o jogo - gesticulavam entre eles para adiantar a marcação e não deixar os Socceroos trabalharem a bola e gostarem do jogo. Entretanto, a Espanha não conseguia se esquivar da forte marcação australiana.

Aos oito minutos, Alba puxou um ataque pela ponta esquerda, mas a Roja mostrava dificuldade de armar ataques, assim como nos jogos contra Holanda e Chile. A torcida gritava “Olé” quando os australianos trocavam passes, enquanto gritos de “eliminados” ecoavam na Arena da Baixada quando os espanhóis trocavam passes. Aos 18 minutos, Koke sofreu falta na entrada da área e a Espanha teve uma boa chance, mas Iniesta jogou na área e ninguém alcançou a bola que saiu pela linha de fundo.

Depois do bom lance, a Fúria começou a se soltar no jogo. Torres fez linda jogada e a bola sobrou para Alba que chutou forte, obrigando Ryan a salvar a Austrália. Com a Roja crescendo no jogo, os Socceroos jogavam nos contra-ataques, mas Cahill, suspenso, fazia falta. A posse de bola era equilibrada, mas os espanhóis eram mais perigosos. Aos 33 minutos, McGowan tentou tabela com Leckie, mas o meia errou o passe e armou contra-ataque espanhol. Iniesta arrancou pela esquerda e cruzou, mas a bola passou por Torres e Koke e saiu pela linha de fundo.

Os australianos eram bem fracos pelo lado do campo e pelo lado a Espanha chegou ao gol. Os principais ataques da Espanha surgiram nas costas de Davidson, mas Juanfran recebeu nas costas de McGowan e cruzou para Villa, de letra, abrir o placar. A Austrália não desanimou com o gol e um minuto depois quase empatou com Taggart após um erro da defesa espanhola. Aos 40, Koke arriscou de longe e quase ampliou, mas a diferença mínima se manteve até o intervalo.

Mata e Torres marcam, Espanha amplia e se despede com vitória

A Austrália voltou com mudanças. Taggart não agradou e Halloran entrou no jogo, deixando Leckie no comando do ataque. A etapa final começou lenta e com a Espanha marcando a saída de bola australiana. Aos 11 minutos, David Villa deixou o campo para a entrada de Juan Mata. Emocionado, o atacante beijou o escudo enquanto deixava o gramado e foi aos prantos quando chegou ao banco de reservas. Este, provavelmente, foi o último jogo do atacante pela seleção espanhola.

Três minutos depois, McKay pegou de primeira na entrada da grande área e a bola passou um pouco acima da meta de Reina. Aos 23 minutos, Torres recebeu em posição regular, livre de marcação, e tirou do goleiro para ampliar o placar na Arena da Baixada. A Austrália mudou e Bresciano entrou no jogo, dando mais qualidade a equipe, mas os australianos pouco conseguiam fazer para gerar perigo ao gol espanhol.

Juan Mata recebeu cruzamento livre na ponta direita e colocou a bola entre as pernas do goleiro Ryan para marcar o terceiro gol espanhol. Apesar do gol e do placar, os brasileiros continuavam a gritar “eliminados”. Aos 38, Torres roubou a bola de Spiranovic, arrancou no contra-ataque mas mandou a bola muito à frente e Ryan defendeu. Ainda antes do apito final, Sergio Ramos cobrou falta com perigo, mas o placar sem manteve em 3 a 0 e a atual campeã mundial se despediu das terras brasileiras com goleada.

VAVEL Logo