Sneijder rebate crítica de Sampaoli: "É um desrespeito falar que não fizemos nada hoje"

Marcação e saída forte no contra-ataque. Essa foi a arma da Holanda para vencer o Chile nesta segunda-feira (23), na Arena Corinthians, em São Paulo, por 2 a 0. Jogando a maior parte do jogo atrás, a equipe holandesa não deu espaço para os Chilenos e, nos contra-ataques, levaram perigo ao adversário. 

A forma da Holanda jogar irritou Jorge Sampaoli, técnico do Chile. O comandante da Seleção sul-americana declarou que sua equipe "quis jogar, mas a Holanda não". Para não deixar barato, Sneijder, camisa 10 do time holandês, rebateu à crítica de Sampaoli e declarou que é um desrespeito falar que a Holanda não fez nada na partida. 

"Não fizemos nada diferente dos outros jogos. Jogamos compactos, todo mundo marca e ainda estávamos sem o nosso principal atacante. O Chile teria de criar algo contra o nosso time, e não deixamos que eles criassem. É um desrespeito falar que não fizemos nada hoje", disse.

Além disso, Sneijder fez questão de dizer que a intenção da Holanda não era escapar do Brasil, que se classificou em primeiro no grupo A.

"Não pensamos em escapar do Brasil, mas sim em ganhar o jogo e terminar em primeiro no grupo. Claro que vencer jogos sempre nos dá confiança, ainda mais um rival como o Chile, que tem ótimos jogadores. É uma boa sequência que temos na Copa do Mundo", completou o camisa 10.

Agora, a Holanda enfrenta o México no próximo domingo (29), às 13h, no Castelão, buscando uma vaga para as quartas-de-final da Copa do Mundo. 

VAVEL Logo