Messi faz dois, Argentina garante a liderança e Nigéria fica com a segunda vaga

Nesta quarta-feira (25), Nigéria e Argentina se enfrentaram em partida válida pela terceira rodada do Grupo F da Copa do Mundo.  Com outra grande atuação de Lionel Messi, a seleção argentina venceu e garantiu a classificação para as oitavas de final. Com o resultado, os Super Águias permaneceram com quatro pontos ganhos e terminaram na vice-liderança, avançando pela segunda vez na história - a primeira e única foi em 1998 - para as oitavas de final.

Pela segunda rodada da fase de grupos, a Argentina sofreu, mas venceu o Irã por 1 a 0 com gol de Messi nos acréscimos e garantiu, de forma antecipada, a classificação para a próxima fase. A Nigéria também derrotou a Bósnia por 1 a 0, com gol de Odemwingie e defesa salvadora de Enyeama.

As seleções já se enfrentaram três vezes em Copas do Mundo, e os hermanos ganharam todas, sempre de maneira apertada: 2 x 1 em 1994 e 1 x 0 em 2002 e 2010. As equipes também se enfrentaram em duas finais olímpicas. Em Atlanta 96, vitória da Nigéria por 3 a 2, com o gol do título aos 45 do segundo tempo. Em Pequim 2008, melhor para a Argentina, que ganhou por 1 a 0 com gol de Di María.

Confira o minuto a minuto de Nigéria x Argentina

Messi marca duas vezes e comanda vitória argentina no primeiro tempo

A partida começou intensa, com dois gols em apenas cinco minutos. Primeiro, os argentinos abriram o placar com Lionel Messi. Mascherano deu belo lançamento para Di María, que chutou com força. A bola bateu na trave, na nuca de Enyeama, na trave de novo e sobrou para o camisa 10 argentino, que mandou para rede. Um minuto depois, veio o gol de empate nigeriano: Musa recebeu pela esquerda, puxou para o meio e bateu cruzado, com muita categoria, sem chances de defesa para Romero.

Após o início alucinante, com dois gols em menos de cinco minutos, a partida ficou morna, mas com a Argentina mais presente no campo de ataque. O quarteto super ofensivo dos hermanos mostravam bastante entrosamento. Aos 24 minutos, depois de boa troca de passes, Higuaín abriu para Di María, que bateu cruzado. Messi tentou o carrinho, mas não alcançou a bola.

Enquanto os argentinos chegavam  com mais perigo ao gol de Enyeama, a seleção da Nigéria tentava, timidamente, assustar nos contra-ataques. Além disso, o time africano explorava bem as beiradas de campo, mas encontrava dificuldades para infiltrar na defesa argentina. Aos 36 minutos, Aguero sentiu uma lesão muscular e teve que ser substituido por Lavezzi, que atua pelo PSG, da França.

Destaque na última partida dos hermanos na vitória contra o Irã, novamente Lionel Messi decidiu. Perto do fim do primeiro tempo, o camisa 10 argentino, em cobrança de falta perfeita, marcou o seu quarto gol e o primeiro de falta nesta Copa do Mundo.

Susto nigeriano e domínio argentino na etapa final

Segundo tempo começou tão movimentado quanto o primeiro. Logo aos dois minutos de etapa complementar, Musa tocou para Emenike, que fez o pivô e devolveu novamente para  o atacante ficar cara a cara com Romero, bater no canto e empatar o duelo. A igualdade servia para a Argentina, mas não para Rojo, que no minuto seguinte, aproveitou a cobrança de falta de Messi e colocou os argentinos mais uma vez a frente no placar.

Já um dos artilheiros da Copa do Mundo ao lado de Neymar e com dois gols na partida, Lionel Messi foi poupado e deu lugar a  Ricky Álvarez. Com a saída do camisa 10, quem passou a ser o grande destaque foi Lavezzi, que entrou na vaga do lesionado Aguero ainda no primeiro tempo e acabou dando mais velocidade e profundidade a equipe argentina.

A partir dos 30 minutos, o jogo ficou aberto. Tanto a seleção argentina como a nigeriana foram com tudo para o ataque, mas pecavam na finalização. Aos 33 minutos, Musa, autor dos dois gols, quase marcou o terceiro. Um minuto depois, Garay quase ampliou. Era Lá e cá. Perto do apito final, a partida ficou morna, já que tanto Argentina como Nigéria, com a vitória da Bósnia sobre o Irã, já estavam garantidas na próxima fase de grupos da Copa do Mundo.

Após a saída do quatro vezes melhor do mundo, os gols cessaram. Mesmo com a derrota, os nigerianos saíram de campo classificados. Os argentinos seguem 100%.

VAVEL Logo