Confiante, Pinilla acredita em vitória do Chile e sonha com novo "Maracanazzo"

Freguês do Brasil, o Chile já enfrentou a Seleção Brasileira em três oportunidades em Copas do Mundo e saiu derrotada em todas. Desta vez, os brasileiros jogam em casa, mas para o atacante Maurício Pinilla isso não é motivo para temer uma nova derrota. Ele acredita que a Roja tem condições de eliminar a seleção de Felipão e Neymar em suas terras e repetir o feito do Uruguai em 1950.

"Nossa ideia é um novo Maracanazo. Queremos ser a grande surpresa deste Mundial, por isso, não nos passa pela cabeça perder para o Brasil. Temos uma equipe para ganhar dos grandes. Já fizemos isso contra a Espanha. Hoje o Chile pode jogar de igual para igual contra qualquer seleção", disse Pinilla ao jornal chileno Emol.

O jogador, que anunciou que deixará o Cagliari, disse que sabe que será difícil enfrentar o Brasil em casa, mas acredita no potencial dos jogadores chilenos. "Nós sabemos que vai ser muito difícil, eles estão em casa e querem ganhar a competição, mas temos de continuar com a mesma mística, com o estilo de jogo que temos vindo a apresentar e não inventar nada. Nós sabemos das nossas capacidades e agora estamos trabalhando duro para corrigir os erros e melhorar os nossos pontos fortes. Precisamos melhorar a profundidade e criar o suficiente para tentar encontrar o gol nos espaços primeiros minutos. Se removermos a bola, eles vão para o desespero".

Com 30 anos, Pinilla disputa sua primeira Copa do Mundo e, talvez, a última. Perguntado sobre como se sente por estar disputando o Mundial, o jogador se mostrou feliz. "Estou muito feliz e orgulhoso de estar jogando pelo meu país. Provavelmente será o último por causa da minha idade, mas eu realmente gostei e estou tentando contribuir para a equipe", encerrou.

VAVEL Logo