Destaque francês, Pogba espera sucesso dos Bleus: "O objetivo é chegar o mais longe possível"
Pogba jogou bem contra o Equador, jogo que garantiu os Bleus no mata-mata (Foto: Odd Andersen/AFP)

Uma das grades promessas desta Copa do Mundo Fifa é Paul Pogba, meia de 21 anos, que atua na Seleção Francesa. O jogador foi titular no primeiro contra a Suíça e no último jogo de sua seleção na fase de grupos, com o Equador, e entrou no decorrer da segunda etapa na partida contra a Suíça, ajudando os Bleus a se classificar para as oitavas de final com uma boa campanha.

A meta de Paul é vencer a Nigéria, adversária dos tricolores nas oitavas de final. Porém qualquer adversário é válido, para ele “poderia ter sido a Argentina ou qualquer outra seleção”, e completou dizendo que para eles (jogadores franceses) “é a mesma coisa”.

Ano passado, o jogador também disputou uma Copa do Mundo, mas foi na categoria sub-20, juntamente com Lucas Digne. O jovem que atua na Juventus de Turim deseja que o desfecho desta Copa seja igual ao Mundial que ele disputou em 2013, na qual se sagrou campeão:

Espero que agora seja parecido com o sub-20. É verdade que tínhamos perdido para a Espanha aquela terceira partida da competição, mas acabamos sendo campeões da Copa do Mundo Sub-20. Se pudermos trilhar o mesmo caminho, não será nada ruim”, se referiu o meia.

Questionado sobre sua apresentação contra o Equador, na quarta-feira (25), Pogba procurou enaltecer o grupo: “Estou contente, me sinto muito bem, mas prefiro não ressaltar a minha apresentação, e sim a da equipe”.

Mesmo pendurado, o camisa 19 jogou todos os minutos e em grande nível. Criou pelo menos duas boas chances claras de gol, porém desperdiçou. Ajudou bastante na defesa e contribuiu no meio campo da França.

Sobre o empate sem gols: “Atuamos bem, fizemos o jogo que precisávamos, mas não fomos recompensados. Só faltou mesmo a bola na rede. Não acho que essa partida possa interferir na nossa confiança. Saímos com o empate, não derrotados. Isso é importante. Podemos ficar satisfeitos com o desempenho e a classificação para a próxima fase”, disse.

Indagado sobre o próximo adversário, a Nigéria, Paul disse que não escolhe adversários: “Vamos enfrentar a Nigéria nas oitavas de final, mas poderia ter sido a Argentina ou qualquer outra seleção; para nós é a mesma coisa. O objetivo é vencer e chegar o mais longe possível. Estamos fazendo de tudo para conseguir isso”.

Eu queria jogar uma Copa do Mundo entre os profissionais, esse era o meu sonho. O fato é que estou muito contente, mas não quero parar por aqui. Quero seguir adiante”, relembrou no fim da entrevista.

VAVEL Logo