Halilhodžić critica gramado da Arena da Baixada e sonha com vitória contra a Alemanha

Depois de conseguir a classificação histórica para as oitavas de finais da Copa do Mundo, o treinador Vahid Halilhodžić criticou o gramado da Arena da Baixada, estádio que recebeu a partida entre Argélia e Rússia pelo grupo H. Segundo ele, as condições do campo atrapalharam um pouco a atuação do seu time, mas os jogadores conseguiram se organizar e o bom resultado aconteceu.

Perguntado na coletiva sobre o que disse aos jogadores no intervalo, Halilhodžić respondeu.

"Organizem-se, joguem o nosso jogo e vamos empatar. Pedi a eles para controlar a bola rapidamente e se aproximarem dos adversários, já que o campo não era de boa qualidade. Não podíamos recuar e, às vezes, a tendência é recuar. No intervalo, estava quase convencido de que empataríamos, só não podíamos era levar o segundo gol, pois meus jogadores estavam muito cansados, estavam muito prejudicados fisicamente", afirmou. 

Após a boa reação do time na etapa final, quando a Argélia conseguiu empatar o jogo em 1 a 1, resultado que a colocou nas oitavas, Halilhodžić agora acredita que sua equipe pode surpreender ainda mais e conseguir um bom resultado contra a Alemanha. O treinador bósnio chegou até a mencionar a histórica vitória argelina contra a Alemanha da Copa de 1982 como forma de motivação aos jogadores.

"Todos agora estão falando da vitória da Argélia sobre a Alemanha por 2 a 1 em 1982. Faz muito tempo, mas quem sabe não possamos repetir a façanha trinta e dois anos depois? Nossa classificação é muito merecida e é um prêmio ao que fizemos nos últimos três anos. Buscamos o resultado com generosidade, entusiasmo e disciplina", comentou.

O jogo das oitavas de finais contra a Alemanha será na segunda-feira (30), às 17h, no estádio Beira Rio, em Porto Alegre.

VAVEL Logo