Em rede social, Pinilla chama Rodrigo Paiva de delinquente e desabafa sobre punição: "Vergonha"

Através do Twitter, o atacante do Chile, Maurício Pinilla, desabafou sobre a punição da Fifa dada a Rodrigo Paiva, diretor de comunicação da Seleção Brasileira. O jogador e o diretor teriam se envolvido em uma confusão no intervalo do jogo. Pinilla acusou Paiva de ter desferido um soco em seu rosto.

"O senhor Rodrigo Paiva, chefe de imprensa do Brasil, me agrediu com um soco no túnel, sem razão. A Fifa não pode apoiar este delinquente", postou Pinilla antes de saber da punição. "A Fifa tem que intervir. É algo gravíssimo. Não pode vir qualquer imbecil agredir um jogador, menos ainda um assessor de imprensa", completou.

Após o anuncio da punição da entidade, o atacante chileno - que quase tirou o Brasil da Copa ao ter acertado o travessão no fim da prorrogação, se revoltou: "Uma partida para Rodrigo Paiva? Vergonha. Deveriam banir este delinquente disfarçado", disparou. 

Pinilla também lembrou a punição dada pela entidade ao atacante uruguaio, Luis Suárez, para pedir mais rigor na punição ao diretor de comunicação da CBF: "Suárez por uma mordida arrisca a sua carreira. Um assessor de imprensa pega um jogo por um soco na cara? Fifa?", protestou. "Exijo da Fifa uma sanção exemplar para Rodrigo Paiva, igual à do meu colega Suárez! Isso é ainda mais grave. As imagens estão aí", finalizou defendendo Suárez.

A assessora de imprensa da Fifa, Delia Fischer, informou que a punição é automática de apenas um jogo. Entretanto, avisou que o Comitê Disciplinar está analisando as imagens e poderá aumentar a pena e que outros também poderão ser punidos.

VAVEL Logo