Aliviado pela vitória, Sabella evita críticas e diz que faltam detalhes a serem melhorados

Classificado e aliviado. Assim demonstrou Alejandro Sabella após a difícil partida da Argentina contra a Suíça, nesta terça-feira (1), no Itaquerão. O treinador elogiou o adversário e também exaltou sua equipe por ter conseguido a vitória dentro dos 120 minutos e evitado os pênaltis.

"O primeiro tempo foi muito equilibrado, mas no restante foi todo da Argentina. Foi uma partida brava. Agora devemos nos recuperar para sábado", disse Sabella logo após o fim da partida.

Ainda em campo, o técnico argentino falou sobre o sufoco que viveu na prorrogação.

"Eu havia passado por algo similar como assistente, contra a Inglaterra, em 98. Mas isto como treinador tem um peso maior. Por sorte ganhamos na prorrogação", declarou o treinador.

Já na coletiva de imprensa, Sabella enfatizou que faltam detalhes para serem acertados na equipe e que deveria ter conseguido a vitória dentro do tempo regulamentar.

"Tivemos duas chances claras. No segundo tempo fomos melhores que a Suíça. A vitória foi merecida e deveria ter vindo no tempo regulamentar. Tenho que parabenizar os jogadores, não tenho críticas para fazer, mesmo que ainda há detalhes para melhorar", afirmou o técnico.

Sabella também admitiu que José Maria Basanta deve ser o substituto de Marcos Rojo, suspenso pelo segundo cartão amarelo recebido neste jogo. 

"No jogo de hoje, Basanta entrou no lugar de Rojo e muito provável que joge a próxima partida como titular", afirmou Sabella. 

VAVEL Logo