Bom futebol, vitórias e carisma: como a Colômbia conquistou o Brasil

No ciclo visando a Copa do Mundo 2014, desde 2012 a Seleção Colombiana vem sendo apontada por muitos como uma possível e grata surpresa para o Mundial. Dito e feito: os mesmos que apostavam na Colômbia dizem atualmente que a equipe é a única até aqui na Copa que apresentou um futebol convincente. Isso, aliado à talentos individuais e capacidade que a torcida tem de fazer a equipe se sentir jogando em casa, coloca um ponto de interrogação na cabeça dos brasileiros quanto a chance de classificação no duelo pelas quartas de final.

Carisma é o que não falta para os que viajaram tantos quilômetros para acompanhar a seleção comandada pelo técnico José Pekerman, sem Falcao García. Simpáticos e falantes, eles chamam a atenção por onde passam. Na estreia da seleção, em Belo Horizonte, simplesmente um mar amarelo invadiu o Mineirão no triunfo de 3 a 0 sobre a Grécia. Estipula-se que cerca de 20 mil colombianos estavam na capital mineira para a partida, e que muitos ainda vão comparecer a jogos da equipe.

Torcedores da Colômbia invadiram Belo Horizonte (Foto: Reprodução/ESPN)

Além da torcida mais carismática, a Colômbia também tem o melhor jogador do Mundial. James Rodríguez, ótimo jogador de apenas 22 anos faz a torcida sentir mínimas saudades do astro Falcao Garcia. O camisa 10 é o artilheiro da competição com 5 gols marcados e ainda conta com 2 assistências. Marcou duas vezes pelas oitavas de final, contra o Uruguai, partida em que os colombianos contaram com torcida em massa dos brasileiros presentes. O motivo é óbvio: queriam "vingança" e ver os uruguaios eliminados no Maracanã, local do famoso Maracanazzo, em 1950.

Outro fator a ser destacado nesse sucesso colombiano em solo brasileiro deve-se a alegria da elenco. Logo no primeiro gol marcado, pelo lateral Armero, o time comemora cada tento alcançado com uma dança: o popular Armeretion. Sim, a dança que ficou conhecida pelo ex-lateral palmeirense hoje faz sucesso numa Copa do Mundo.

Para muitos a missão colombiana no Brasil já está cumprida, mas eles querem mais. Já provaram que podem enfrentar de igual para igual qualquer adversário e ainda contam com o apoio de uma torcida fanática. Nesta sexta (04), obviamente, estarão em desvantagem nas arquibancadas, mas os mais de cinco mil colombianos presentes em Fortaleza depositam nesse time o sonho de uma nação, assim como os demais no Brasil e espalhados pelo mundo.

VAVEL Logo