Imprensa argentina provoca Brasil após humilhação para a Alemanha

Como se não bastasse a verdadeira humilhação que o Brasil sofreu na tarde desta terça-feira (8), no estádio Mineirão, em Minas Gerais, ao ser goleado pela Alemanha por 7 a 1 pela semifinal da Copa do Mundo 2014, a imprensa argentina aproveitou a ocasião para fazer brincadeiras com derrota dos brasileiros.

Aos 28 minutos de jogo, quando o Brasil já estava perdendo de 5 a 0, o jornal argentino Olé, conhecido em todo o mundo por suas provocações aos brasileiros, chegou a usar as expressões “Demüllerdor” e “Pentateutón”. Aos 10 minutos, quando o time alemão marcou o primeiro gol da partida com Thomas Müller, após escanteio cobrado por Toni Kroos, o jornal cravou “Demüllerdor”, um trocadilho com o nome do atacante.

Argentinos chamam Müller de demolidor após o primeiro gol (Foto: Reprodução)

O Brasil teve um momento de blackout total na partida e levou cinco gols em 10 minutos. Assim, eles trocaram a manchete para “El pentateutón”, que traduzido para o português significa “pentalemão”, fazendo referência aos cinco títulos de Copa do Mundo que o Brasil possuiu, o quinto justamente conquistado sobre a Alemanha em 2002, e o mesmo número de gols marcados pelos alemães no jogo.

Manchete do Olé comparando o penta do Brasil com a goleada alemã (Foto: Reprodução)

Espancamento histórico no Mineirão”, dizia a manchete. “Alemanha, em 30 minutos, ganha por 5 a 0 do Brasil. Müller, Klose, Kroos, duas vezes, e Khedira fizeram os gols. Os brasileiros já começam a deixar o estádio. É uma humilhação”, publicou o site.

Outros jornais argentinos também noticiaram a goleada, entre eles o O Clarín, um dos periódicos mais tradicionais da Argentina. Diferentemente do Olé (sem sarcasmos e provocações), O Clarín fez questão de enfatizar o placar elástico no Mineirão: “Alemanha dá uma surra histórica no Brasil”.

VAVEL Logo