Fifa suspende Nigéria devido à interferência do governo federal na federação local

Nesta quarta-feira (9), a Fifa anunciou através de um comunicado oficial uma punição à Federação Nigeriana de Futebol: as seleções e os clubes da Nigéria estão proibidas de disputar torneios internacionais por tempo indeterminado devido à interferência do governo federal na própria federação. Segundo a nota, a punição dada pelo Comitê de Urgência da entidade máxima do futebol é válida por tempo indeterminado e só chegará ao fim quando as ações judiciais do governo nigeriano para controlar a federação forem abandonadas.

Além de seus selecionados e de suas equipes não poderem participar de qualquer competição, seja ela organizada ou não pela Fifa, a NFF não poderá organizar competições regionais ou nacionais e nem mesmo partidas amistosas. Caso a punição não seja retirada até o próximo dia 5 de agosto, a seleção feminina sub-20 da Nigéria não participará do Mundial da categoria, a ser realizado no Canadá. A competição conta com 16 seleções e será disputada até o dia 24 do próximo mês.

A interferência em questão é o fato de o governo do país africano ter conseguido uma ordem judicial expedida pelo Alto Tribunal da República Federal da Nigéria que impede o presidente da NFF e seus membros do Conselho Executivo da entidade de administrarem o futebol local. A mesma ordem também obrigou o Ministro dos Esportes a designar um representante civil para um cargo na federação, que convocou uma assembleia extraordinária no último dia 5 de julho para novas eleições. Tais acontecimentos feriram o estatuto da Fifa.

Durante a Copa do Mundo no Brasil, os jogadores da seleção da Nigéria teriam ameaçado uma greve devido ao atraso do pagamento da premiação por disputarem a competição e do bônus pela classificação à fase de mata-mata. Na competição, os Super Eagles ficaram na segunda colocação ficaram na vice-liderança do Grupo F, com quatro pontos, e foram eliminados pela França nas oitavas de final, após derrota por 2 a 0.

VAVEL Logo