Apesar do vice, Romero se torna o terceiro goleiro a passar mais tempo sem tomar gols em Copas

Um dos destaques da Argentina durante a Copa do Mundo 2014, o goleiro Sergio Romero, colocou seu nome na história do futebol argentino e mundial. Mesmo sofrendo o gol de Mario Götze, aos 7 minutos do segundo tempo da prorrogação, o arqueiro alcançou um recorde na competição.

Herói na disputa de pênaltis na semifinal diante da Holanda, ao defender duas cobranças, e sem sofrer gols nas oitavas - contra a Suíça - e nas quartas - quando a vítima foi a Bélgica, o camisa 1 da Albiceleste completou 485 minutos sem ser vazado durante o Mundial.

A última vez que viu a sua rede ser balançada foi ainda na última rodada da fase de grupos, quando Musa, da Nigéria, deixou sua marca aos 2 minutos da etapa final do confronto. Apesar do tento do tetracampeonato alemão, Romero ultrapassou grandes companheiros de posição, como por exemplo Gordon Banks, Sepp Maier e Gianluigi Buffon.

Dois brasileiros ficaram para trás na lista. Carlos, que permaneceu por 401 minutos em 1986, e Leão, em 1978, ao passar 458. Agora, o argentino só está atrás de Walter Zenga, da Itália, com 517 minutos e Peter Shilton, da Inglaterra, que atingiu 502 minutos durante duas edições: 1982 e 1986.

Confira a lista atualizada dos recordistas

1º - Walter Zenga - Itália (1990) - 517 minutos
2º - Peter Shilton - Inglaterra (1982 e 1986) - 502 minutos
3º - Sergio Romero - Argentina (2014) - 485 minutos
4º - Seep Maier - Alemanha (1974 e 1978) - 475 minutos
5º - Gianluigi Buffon - Itália (2006) - 460 minutos
6º - Leão - Brasil (1978) - 458 minutos
7º - Gordon Banks - Inglaterra (1966) - 442 minutos
8º - Oliver Kahn - Alemanha (2002) - 427 minutos
9º - Carlos - Brasil (1986) - 401 minutos

VAVEL Logo