Tetracampeã, Alemanha teve dois jogadores na Roma
Völler e sua camisa nove (Foto: Reprodução / Social Footballtv)

A Alemanha conquistou neste domingo (13) o seu quarto título mundial. O gol de Götze, deu aos germânicos o tetracampeonato: a última conquista havia sido em 1990. Uma das seleções com melhores jogadores da história, a Alemanha teve apenas dois jogadores que vestiram a camisa da Roma na Serie A.

O ex-atacante Rudi Völler jogou cinco temporada na equipe (1987 à 1992). Usando a camisa número 9, disputou mais de 140 jogos, marcou 45 gols e conquistou a Coppa Italia de 1991. Defendeu a Seleção Alemã por 12 anos, conquistando a Copa do Mundo de 1990 (Itália) e o segundo lugar na Copa do Mundo de 1986 (México), na qual marcou um gol na final contra a Argentina, que acabou sagrando-se campeã.

Rudi encerrou a sua carreira como jogador em 1996, no Bayer Leverkusen, e em 2000 resolveu atacar de treinador. Conseguiu levar a limitada Seleção Alemã à final da copa do Mundo de 2002, onde se sagrou vice campeão perdendo para o Brasil na final por 2x0. Em 2004 ele aceitou o convite de treinar a Roma onde não teve muito sucesso. A sua passagem como técnico na capital italiana durou alguns meses já que pediu demissão depois de resultados ruins e de alguns desentendimentos com Cesare Prandelli e Antonio Cassano.

Rudi Völler é extremamente popular na Alemanha e isso não diminuiu nem quando a Seleção nacional conquistou apenas resultados modestos com ele no comando. Sempre que Völler aparece em público os alemães gritam "Ruuuuudi. Eles sabem que o ex-atacante fez o possível classificando a Seleção para a Copa de 2002.

O meio-campista Thomas Häßler disputou três Copas do Mundo (1990, 1994 e 1998), disputando também as Olimpíadas de Seul. O alemão nascido em Berlim jogou 3 temporadas na Roma (1991 à 1994) onde disputou quase 90 jogos e conquistou o vice campeonato da Coppa Itália de 1992 com a camisa giallorossa. Marcou pouco mais de 10 gols nessa sua passagem pela capital da Itália. Em 1992, quando ainda defendia a Roma, foi eleito o terceiro melhor jogador do mundo pela FIFA, perdendo apenas para van Bastan e Hristo Stoichkov. Disputou mais de 100 partidas pela Seleção Alemã.

VAVEL Logo