Fora de casa, Ajax vence AZ Alkmaar e assume vice liderança da Eredivisie
Foto: Divulgação/Ajax

Abrindo os jogos da manhã de domingo na Eredivisie, o Ajax visitou o AFAS Stadion e venceu o AZ Alkmaar pelo placar de 3 a 1, em jogo válido pela segunda rodada do campeonato holandês. Após um primeiro tempo menos técnico e emocional, o segundo tempo teve chances pelos dois lados e jogadas mais elásticas, premiando o time da capital, que criou mais oportunidades, e se não fosse Alvarado, o placar poderia ser maior. Os gols dos Ammsterdammers foram marcados por Klaassen, Schone e El Ghazi, Berghius descontou para a equipe da casa.

Aos 14 minutos Klaassen abriu o placar. O empate veio com cinco minutos do segundo tempo com Berghius, em jogada do seu parceiro de ataque Hupperts. Depois do empate, o Ajax foi superior e marcou mais dois gols, com Schone aos 24 minutos e El Ghazi já nos 45 minutos. Ajax passou a ser o segundo colocado, com seis pontos apenas perdendo para o PSV Eindhoven no saldo de gols. O AZ Alkmaar fica na quinta colocação com três pontos ganhos podendo perder mais posições por causa dos jogos restantes da segunda rodada.

AZ Alkmaar volta a jogar no próximo sábado (23) as 13h30 fora de casa contra o Willem II, em Tilburg. Os Dammers jogarão no domingo (24) as 11h45 o clássico contra o PSV Eindhoven na Amsterdam Arena. 

Ajax saiu na frente na primeira etapa

O jogo prometia bastante, muito por conta dos bons resultados das equipes na primeira rodada, mas não foi tão primoroso. Os visitantes começaram melhor na partida. Sigthórsson e Klaaseen chegaram ao ataque com perigo, mas Alvarado praticou duas boas defesas. Em dez minutos, o Ajax já tinha finalizado a meta do AZ quatro vezes.

Mas aos 14 minutos, o time da casa não resistiu. Após jogada pelo lado direito, o meia Klaassen finalizou no canto direito do goleiro Alvarado, abrindo o placar no AFAS Stadion. Depois do gol, o AZ Alkmaar tomou as ações, mas nenhuma jogada perigosa foi criada, Cillessen não trabalhou tanto. Tankovic não foi tão importante quanto na primeira rodada, sem dar opções no ataque para os meio campistas dos anfitriões.

Depois dos trinta minutos, o Ajax ficou mais com a bola, porém sem efetividade e sem dar chances para os donos da casa tentarem finalizar. Gudelj pouco buscou o jogo para a equipe de Marco Van Basten. Ao 43, o último suspiro ficou para os Amsterdammers, mas Alvarado estava atento.

Na segunda etapa, muitas emoções na partida

Repetindo a tônica da primeira etapa, o Ajax foi quem apareceu logo no início, cozinhando no meio de campo sem deixar o AZ com a bola. Moisander foi o primeiro a finalizar aos 3 minutos, depois de jogada individual, mas a bola passou por cima do gol de Alvarado. No minuto seguinte, o AZ empatou a partida. Hupperts aproveitou falha da defesa, recebeu pelo esquerda, tocou para o centro da área, e após corta luz do centroavante, Berghius apareceu livre na frente de Cillessen, marcando seu primeiro gol na Eredvisie.

A torcida começou a incentivar os jogadores, que passaram a marcar o Ajax na saída de bola. Que não conseguiu mais trocar passes quando vencia o jogo. Na única escapada do Ajax, Boilesen arriscou de fora da área, acertando o travessão do AZ Alkmaar, que estava adiantado e consequentemente fora da jogada. Gudelj e Gouweleeuw começaram a levar perigo pelo lado direito, dali saiu as melhores jogadas na primeira metade da segunda etapa.

El Ghazi perdeu a melhor chance da segunda etapa, recebendo cruzamento do lado direito, mas Alvarado saiu e fechou o ângulo do meia atacante. Porém, de tanto rondar a área do AZ após o empate, saiu a recompensa. Schone evitou saída de bola pela lateral, conseguiu driblar três defensores e limpar para chutar de direita, Alvarado ainda esticou-se mas não alcançou e o Ajax voltou a ficar na frente do marcador, aos 23 minutos.

Faltando quinze minutos para o término da partida, o que se viu foi novamente o Ajax com a característica de prender a bola sem dar chances e atacar quando aparecer mais brechas. Sigthórsson perdeu boa chance as 33 minutos, finalizando de dentro da área, mas o toque não saiu com qualidade. O terceiro gol ficou próximo, mas Poulsen tirou quase na linha o toque de Schone. No escanteio, a bola resvalou na trave depois de cabeceio de Viergever, mostrando o quão superior foi o Ajax após ficar a frente do placar pela segunda vez. Aos 44 minutos, veio o tiro final do Ajax. El Ghazi driblou na frente dos zagueiros e tocou no ângulo direito, fechando a partida.

VAVEL Logo