De Del Piero a Zico, Campeonato Indiano é novo oásis para estrelas do futebol mundial

Na última terça-feira (2), o FC Goa, da Índia, anunciou o ex-meio-campista Zico, ídolo do Flamengo, como seu novo treinador. Em nota oficial, o clube indiano afirmou que o brasileiro de 61 anos já assinou o contrato e que representantes da agremiação devem viajar ao Rio de Janeiro para agilizar o visto do técnico.

Não é a primeira vez que Zico treina uma equipe de um centro pouco badalado no futebol. O carioca já comandou Kashima Antlers (Japão), Fenerbahçe (Turquia), Bunyodkor (Uzbequistão), CSKA Moscou (Rússia), Olympiakos (Grécia) e Al-Gharafa (Catar). No âmbito das seleções, treinou o Japão, com o qual esteve presente na Copa do Mundo de 2006, e o Iraque, tendo saído deste selecionado durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 devido ao descumprimento de algumas questões contratuais por parte da federação local.

"O FC Goa está orgulhoso em anunciar que o lendário jogador brasileiro Zico concordou em ser o técnico do time. Zico assinou o contrato hoje (terça-feira), no Rio de Janeiro. Representantes do FC Goa vão viajar ao Brasil em breve para completar as formalidades do visto e trazer Zico para Goa rapidamente", informa o comunicado exposto no site oficial da Superliga Indiana, campeonato de futebol recém-criado no país asiático.

Com início marcado para o dia 12 de outubro e encerramento previsto para o dia 20 de dezembro, a Superliga contará com oito times, todos fundados em 2014. São eles o Atlético de Calcutá, o Délhi Dynamos, o FC Goa, o Kerala Blasters, o Mumbay City, o North East United, o Pune City e o Chennai Titans. Cada um poderá contar com um jogador famoso e completará seu elenco com atletas indianos. A montagem dos plantéis acontece de maneira semelhante à dos drafts das ligas norte-americanas. A intenção é popularizar o futebol na Índia, segundo país mais populoso do mundo.

O embaixador do campeonato será ninguém mais e ninguém menos que o atacante Alessandro Del Piero, de 39 anos. O italiano, que estava no Sydney FC, é um dos maiores ídolos da história da Juventus, clube mais popular da Itália, e foi campeão mundial com a Azzurra em 2006, na Alemanha. O jogador anunciou a novidade em sua conta oficial na rede social Twitter.

"Tenho o prazer de anunciar que a partir de hoje eu sou jogador do Delhi Dynamos e embaixador da nova Superliga Indiana", confirmou Del Piero.

Seis das oito equipes participantes estão com suas estrelas confirmadas. Além do Délhi Dynamos de Del Piero, há também o Atlético de Calcutá do meia-atacante Luís Garcia (36), ex-astro da seleção espanhola, o Goa de Fredrik Ljungberg (37), ex-Halmstadts, Arsenal e seleção sueca, o Kerala Blaster de David James (44), ex-goleiro de Liverpool, Portsmouth e do English Team, o North East United do lateral-esquerdo Joan Capdevilla (36), ídolo do La Coruña, do Villarreal e da Fúria, e o Pune City do atacante David Trezeguet (36), ídolo do Monaco, ex-companheiro de Del Piero na Juventus e campeão mundial com os Bleus em 1998.

Jogador do Pune City, Trezeguet é um dos astros da Super League (Foto: Getty Images)

Em entrevista ao jornal Bild, da Alemanha, o zagueiro Manuel Friedrich (34), que também atua como meio-campista, falou sobre a aventura que viverá no país asiático. "Eu sempre brincava com a ideia de jogar na Ásia. Estou muito animado para fazer parte da equipe em Mumbai e farei o meu melhor pela equipe", declarou. Revelado pelo Mainz e atualmente no Mumbay City, Friedrich também já vestiu as camisas do Werder Bremen, do Borussia Dortmund e da seleção alemã.

A Super League também contará com estádios modernos, das mais variadas capacidades. As menores praças esportivas serão o Shree Shiv Chhatrapati Sports Complex (22 mil), o Fatorda Stadium (25 mil) e o Indira Gandhi Athletic Stadium (35 mil). As maiores serão o Salt Lake Stadium (120 mil), o Jawaharlal Nehru Stadium de Kochi (75 mil) e o Jawaharlal Nehru Stadium de Nova Délhi (60 mil). Completam a lista de estádios o DY Patil Stadium (55 mil) e o Jawaharlal Nehru Stadium de Chennai (40 mil).

Segundo maior estádio do planeta, atrás apenas do Rungrado May Day Stadium (150 mil), da Coreia do Norte, o Salt Lake está localizado em Calcutá e é a casa de Mohun Bagan, East Bengal, Mohammedan de Calcutá, Prayag United e Atlético de Calcutá. O recorde de público ocorreu em 1997, quando 131 mil pessoas compareceram ao clássico entre Mohun Bagan e East Bengal, duelo de maior rivalidade do futebol local.

VAVEL Logo