Copa Africana de Nações terá clássico no mata-mata e sorteio para definir último classificado

Nesta quarta-feira (28) chegou ao fim a fase de grupos da Copa Africana de Nações de 2015, cujo início se deu no último dia 17 de janeiro, com o empate em 1 a 1 entre Guiné Equatorial e Congo e a vitória do Gabão sobre Burkina Faso por 2 a 0. De lá para cá, outras 22 partidas movimentaram o principal torneio do futebol africano.

Todos os classificados foram conhecidos na última rodada. Ainda resta uma vaga, que ficará com Guiné ou Mali, integrantes do Grupo D. Ambos os selecionados estão empatados em todos os critérios de desempate e irão a sorteio. A definição sairá na quinta-feira (29). As outras seleções que avançaram foram Congo, Guiné Equatorial, Tunísia, República Democrática do Congo, Gana, Argélia e Costa do Marfim.

Até o momento, os atacantes Thievy Bifouma (Congo), Max Gradel (Costa do Marfim), André Ayew (Gana) e Ahmed Akaïchi (Tunísia) dividem o topo da artilharia, com dois gols cada.

Grupo A

Congo e Guiné Equatorial, seleções que abriram a competição, foram as classificadas do Grupo A (Foto: Khaled Desouki/AFP/Getty Images)

Após tropeçar contra o Congo na estreia, a seleção dona da casa se superou. Voltou a empatar na segunda rodada, em um 0 a 0 "insosso" com Burkina Faso, mas uma simples vitória contra o Gabão na última jornada bastaria para avançar à próxima fase. Aos gaboneses, que vinham de derrota mínima para o Congo e venceram Burkina Faso por 2 a 0 na primeira rodada, um empate era o suficiente para a classificação.

Com gols de jogadores naturalizados, a Guiné Equatorial conquistou seu objetivo e terá pela frente a Tunísia, uma das seleções mais tradicionais do continente. Os heróis do triunfo no Estádio de Bata foram os meias Javier Balboa e Ibán Salvador, ambos espanhóis de nascimento. Apontada como uma das seleções com maior potencial para chegar longe, o Gabão deu adeus precoce ao torneio.

Os anfitriões somaram cinco pontos e terminaram a primeira fase na segunda colocação do grupo. A liderança ficou com o Congo. Depois de causarem boa impressão ao arrancar um empate com os donos da casa no jogo de abertura, os congoleses saíram vitoriosos nos equilibrados embates com Gabão (1 a 0) e Burkina Faso (2 a 1). Os atacantes Thievy Bifouma e Fabrice Ondama foram os autores dos tentos. Aristide Bancé, também atacante, anotou o gol de honra dos burquinenses, vice-campeões da última edição da CAN.

O adversário dos Leões será ninguém mais e ninguém menos que a rival e vizinha República Democrática do Congo.

Grupo B

Tunísia e RD Congo ficaram com as vagas do Grupo B (Foto: Anadolu Agency/Getty Images)

Cinco dos seis jogos do equilibrado Grupo B terminaram empatados. Único selecionado a sair vitorioso, a Tunísia liderou a chave com cinco pontos. A vitória veio contra a Zâmbia, campeã em 2012. Os Chipolopolo acabaram amargando a eliminação na fase de grupos pela segunda vez consecutiva.

A segunda vaga foi decidida nos gols pró. Empatadas em número de pontos (três, com três empates) e iguais também no confronto direto (ficaram no 0 a 0), RD Congo e Cabo Verde se separaram por um gol. Melhor para os Leopardos, que balançaram as redes duas vezes - os empates com Tunísia e Zâmbia foram pela contagem de 1 a 1.

Sensações da CAN 2013, os Tubarões Azuis marcaram apenas contra a Tunísia e se despediram do torneio com uma igualdade sem gols frente à Zâmbia.

Grupo C

Contando com seleções que estiveram presente em Copas do Mundo recentemente, o Grupo C só teve seus classificados definidos nos minutos finais. Depois de ser derrotada pelo Senegal com gol do atacante Moussa Sow aos 48 minutos do segundo tempo na estreia, Gana foi obrigada a superar o prejuízo nos compromissos restantes. O gol do folclórico atacante Asamoah Gyan no último lance do embate com a Argélia foi o incentivo necessário para buscar a classificação diante da África do Sul.

Os Bafana Bafana saíram na frente com um belo tento do atacante Madla Masango, aos 17 minutos do primeiro tempo, mas permitiram a virada dos Black Stars na etapa complementar. Os gols do zagueiro John Boye, aos 28, e do meia-atacante André Ayew, aos 38, deram a vaga e a liderança da chave aos ganenses. O revés eliminou os sul-africanos do certame. Os anfitriões do Mundial de 2010 somaram apenas um ponto, conquistado no empate em 1 a 1 com os senegaleses. A outra derrota veio na primeira rodada: 3 a 1 para os argelinos, de virada.

Sensação da Copa do Mundo de 2014, a Argélia necessitava de uma vitória no "jogo de seis pontos" diante do Senegal para carimbar o passaporte às quartas de final. Os heróis da classificação foram o atacante Riyad Mahrez e o meia Nabil Bentaleb, que marcaram os gols do triunfo por 2 a 0. As Raposas do Deserto ficaram com a segunda posição por levarem desvantagem no confronto direto.

No mata-mata, Gana medirá forças com Guiné ou Mali. Já a Argélia defrontará a Costa do Marfim.

Grupo D

Em situação semelhante à do Grupo B, cinco dos seis compromissos válidos pelo Grupo D terminaram empatados. A líder foi a Costa do Marfim, que venceu Camarões pelo placar mínimo depois de empatar em 1 a 1 com Guiné e Mali. O nome consagrado foi o do atacante Max Gradel. Uma das forças do continente e anfitriões da Copa Africana de Nações de 2019, os camaroneses estão eliminados.

No outro jogo desta quarta, Guiné e Mali tiveram a chance de definir suas situações na competição. Os guineenses ficaram em vantagem com um pênalti convertido pelo meia Kévin Constant. Os malinenses, por sua vez, desperdiçaram uma penalidade através do capitão Seydou Keita e arrancaram o empate graças ao atacante Modibo Maïga.

Empatados em pontos e em todos os critérios de desempate (confronto direto, saldo de gols e gols pró), Elefantes e Águias terão seus destinos resolvidos por um sorteio a ser realizado amanhã.

Confira os confrontos das quartas de final da Copa Africana de Nações de 2015:

Congo x RD Congo - 31 de janeiro - Estádio de Bata
Tunísia x Guiné Equatorial - 31 de janeiro - Estádio de Bata
Gana x Guiné ou Mali - 1º de fevereiro - Nuevo Estádio de Malabo
Costa do Marfim x Argélia - 1º de fevereiro - Nuevo Estádio de Malabo

VAVEL Logo