Guarín decide na ausência de Icardi e Inter bate Atalanta fora de casa

Fora de casa a Internazionale bateu goleou a Atalanta por 4x1 pela 23ª rodada do campeonato italiano e venceu a segunda consecutiva na Serie A. Sem Mauro Icardi, o time nerazzurro contou com atuação de gala de Fredy Guarin, que marcou dois gols e participou de outros dois; Xherdan Shaqiri e Rodrigo Palacio completaram o marcador.

No derby nerazzurri, quem levou a melhor foi a equipe de Milão. Mesmo sem Mauro Icardi, artilheiro do time na temporada, a Internazionale não encontrou dificuldades para bater a Atalanta no estádio Atletti Azzurri d'Itália. A maestria do jogo ficou por conta de Fredy Guarin que, além de anotar dois gols, ainda deu uma assistência e sofreu um pênalti.

Outro que também confirmou a boa fase e excelente adaptação ao futebol italiano foi Xherdan Shaqiri, que anotou seu terceiro gol desde que chegou a Beneamata. Pelo lado da Atalanta quem tentou resolver as coisas foi o Maximiliano Moralez, mas uma lesão ainda no primeiro tempo tirou o meia-atacante do resto da partida e, com isso, o rendimento de sua equipe caiu e o time visitante se aproveitou.

Com a vitória a Internazionale soma agora 32 pontos e está à cinco da zona de classificação para competições europeias e dez dá almejada e sonhada vaga na Uefa Champions League. Já a Atalanta caiu para a 16ª colocação, permanecendo com 23 pontos e já vê a zona de rebaixamento bem próxima, separada apenas por dois pontos da degola. Na próxima rodada a Atalanta vai até Turim enfrentar a líder Juventus na sexta (20), pela 24ª rodada da Serie A.

Já a Internazionale encara o Cagliari, na segunda (23), fora de casa, mas antes a equipe de Roberto Mancini tem confronto importante no meio de semana contra o Celtic, na Escócia, na quinta (19) pelo jogo de ida da fase 16-Avos da Uefa Europa League.

Gol de Fredy Guarin deixa Internazionale em vantagem indo para o intervalo

Uma notícia, minutos antes do jogo, colocou em cheque o jogo da Internazionale. Com problemas de gastrite, Mauro Icardi, que já havia sido confirmado dentre os titulares, foi cortado ainda no vestiário da partida, fazendo com que Roberto Mancini repensasse toda sua escalação. Sem o camisa 9, a Internazionale foi a campo no 4-3-1-2, com Lukas Podolski e Rodrigo Palacio na frente. Já Stefano Colantuono optou pelo 4-4-2, deixando German Denis no banco e dando chance para Mauricio Pinilla.

A bola mal rolou direito no estádio e a Internazionale já abria o placar. Após boa jogada de Podolski, Fredy Guarin recebeu dentro da área e foi derrubado. O juiz, Luca Banti, assinalou o pênalti e Xherdan Shaqiri foi para cobrança e converteu, colocando a Internazionale a frente do placar com apenas três minutos de jogo.

Mas quem mandou no primeiro tempo, e teve as melhores oportunidades, foi a Atalanta, regida pelo pequeno Maximiliano Moralez. Pressionando nas saída de bola e contando com a contribuição dos passes errados do time de Milão, os nerazzurro quase empataram com Pinilla.

Roubada de bola no meio campo e Moralez foi lançado, saindo na cara de Handanovic. O argentino tocou para o chileno que, sozinho, de baixo da trave e com o gol livre, isolou a bola. Mas não demorou muito e o empate da Atalanta saiu. Bola na área para Pinilla, Ranocchia tentou cortar mas ajeitou para Moralez que dominou com o pé direito e bateu com o esquerdo, colocado, vencendo Handanovic.

Por conta do pênalti no começo do jogo, a torcida da Atalanta pressionava o juiz em qualquer lance, e os jogadores, aos poucos, foram caindo na pilha e o clima esquentou com Shaqiri e Moralez trocando empurrões após uma falta no meio de campo. O árbitro, porém, apenas deu cartão amarelo para os dois.

Quando o jogo já se caminhava para o intervalo, Fredy Guarin, em grande jogada individual, colocou a Beneamata na frente novamente. O colombiano recebeu na direita, foi para cima de Zappacosta, fintou o defensor e, de fora da área, bateu colocado, de pé esquerdo, vencendo Sportiello, mantendo a Internazionale em vantagem para a segunda etapa.

Com outro gol e assistência, Guarin comanda a goleada

Na volta do intervalo, Colantuono teve de colocar German Denis em campo porque, ainda no primeiro tempo, Moralez deixou o campo lesionado, com problemas musculares. A Internazionale, por sua vez, mante o mesmo time.

Mas, se a Atalanta ainda tinha alguma esperança de buscar o empate e, talvez a virada, ela acabou logo aos 7 minutos, e não foi por conta de gol. Após falta dura em Palacio, Yohan Benalouane levou o cartão amarelo. Inconformado, o zagueiro começou a bater boca com o árbitro, que ouviu todas as ofensas e, em seguida, aplicou outro cartão amarelo e expulsou o francês, deixando a Atalanta com dez jogadores.

Se o time de Bergamo já tinha perdido com a saída de Moralez, com um jogador a menos então, tudo passou a ficar mais complicado, e, abatida, a Atalanta apenas observou a Internaizonale jogar durante o restante do segundo tempo. O terceiro gol do time de Milão saiu aos 18 minutos da segunda etapa. Novamente com Guarin, em outro chute de fora da área, o colombiano percebeu Sportiello adiantando e bateu colocado, no ângulo, sem chances de defesas para o arqueiro, que só ficou olhando a bola entra.

Na reta final do jogo, depois de ter perdido um gol, sozinho, de frente para o goleiro, Rodrigo Palacio deu números finais a partida. O camisa 8 recebeu de Guarin dentro da área e, depois da saída do goleiro, tocou por cima para anotar o quarto gol da partida e selar a vitória da Internazionale.

VAVEL Logo