Empoli atropela Napoli e mantém tabu sobre adversário

Nesta quinta-feira (30), de forma até surpreendente, o Empoli venceu o Napoli por 4 a 2 pela Serie A, e mantendo o tabu sobre o Napoli, de nunca ter vencido no estádio Castellini, a casa do time toscano. A partida ficou marcada pelo número recorde, de 3 gols contra em uma partida: Britos e Albiol marcaram para o Empoli, e Laurini marcou contra para o Napoli. Dos gols "normais", 2 a 1, Maccarone e Saponara marcaram para os toscanos e Hamsik para os napolitanos.

O resultado mantém o Napoli na 4ª posição, com 56 pontos, mas voltando a distância de 5 pontos para a 3ª colocada Roma, agora com 61, e a 6 da segunda colocada Lazio, com 62. Já o Empoli, pulou para a 14ª posição, com 38 pontos, e está a 14 pontos do Cagliari, 18º colocado, e primeiro na zona de rebaixamento para a Serie B.

Na próxima rodada, o Napoli tentará no domingo, voltar a encostar nos rivais romanos jogando contra o Milan, em casa, enquanto o Empoli só joga na próxima quarta-feira, quando irá a Turim enfrentar no Olimpico o Torino. Os toscanos só precisam de uma vitória simples para confirmar sua permanência matemática na Serie A.

Empoli atropela no marcador na primeira etapa

O Empoli começou na frente, criando oportunidades, e logo aos 7 minutos, abriu o marcador, em boa troca de passes, que Valdifiori passou para Pucciarelli, que viu Maccarone aparecer dentro da área livre e tocar na saída de Andújar para marcar o primeiro gol do time toscano.

O Napoli teve algumas oportunidades para empatar, rondou a área, e a melhor delas foi aos 25, em chute cruzado de Callejón, que Sepe, bem colocado, fez grande defesa. O Empoli se defendia bem e chegava através dos contra-ataques. Os azzurri ainda tiveram oportunidade aos 36, em chute de fora de Hamsik que passou a direita do gol de Sepe. Mas quem não faz, leva. E aos 42, após jogada pela direita, cruzamento na área de Saponara, Andújar rebate e a bola bate em Britos, e entra no gol.

Os toscanos continuam na frente e procuram o terceiro gol, e acham aos 45, quando Pucciarelli entra na área e chuta, Andújar dá rebote e Saponara chuta para marcar o terceiro gol do Empoli. Um resultado atípico, mas que premiava a equipe de Maurizio Sarri.

Napoli tenta a reação, mas é atrapalhado por quem deveria ajudar

O Napoli voltou para o segundo tempo tentando uma reação, mas esbarrando sempre na boa defesa do Empoli, e em seus erros primários de passes, por exemplo. O técnico Rafa Benitez ainda tentou mudar o time, chegando até em alguns momentos a esboçar uma mudança tática. Mas sem resultado, até que aos 18 minutos, Hamsik entra na área e chuta, Sepe defende, e a bola bate em Laurini e entra. Gol contra de Laurini, o Napoli diminui.

Os azzurri pareciam que atacariam mais, mas novamente esbarravam na defesa de Maurizio Sarri, e no fim, o Empoli, pela primeira vez na Serie A, acabou marcando 4 gols em uma partida. E este 4º gol veio aos 36, após cobrança de falta, que Albiol desviou para o gol. O terceiro gol contra napolitano em 2 jogos, e destes, o 2º gol contra do zagueiro espanhol.

O Napoli ainda diminuiria nos acréscimos, aos 46, após rebatida em escanteio, Hamsik chutou de fora da área para marcar o segundo gol napolitano. Gol que seria tarde para uma reação. Ao final de partida, festa do torcedor do Empoli, agora a uma vitória de confirmar sua permanência na Serie A, e mantendo um tabu de nunca ter perdido para o Napoli em seus domínios.

VAVEL Logo