Olympique de Marseille encara Monaco, em disputa direta por vaga na Champions League
Foto: Divulgação/Monaco

Encerrando a 36ª rodada da Ligue 1, neste domingo (10), o Olympique de Marseille recebe o Monaco, no Stade Vélodrome. É confronto direto pelo terceiro lugar e consequentemente a vaga na Champions League. Os Phocéens querem diminuir a diferença para os monegascos, estes que buscam garantir esta posição matematicamente. A bola rola às 16h.

A equipe que liderou o campeonato por várias rodadas hoje busca ficar, pelo menos, com a terceira posição. Atual quarto colocado, o Olympique de Marseille tem 60 pontos. Dependendo do resultado de Saint-Étienne e Nice, poderá cair uma posição antes de entrar em campo. Até mesmo a vaga na Europa League está ameaçada.

Dentre os principais esquadrões da Ligue 1, era o menos cotado a fazer uma boa campanha nesta temporada. Porém o time de Leonardo Jardim se acertou a partir da segunda metade e chegou até as quartas de final da Champions. Melhor ainda foi a arrancada no nacional, onde estão em terceiro lugar, com 65 pontos. Se vencer, garante a vaga para a próxima UCL.

De roupa nova, Marseille tentará salvar a temporada

Na partida deste domingo, o Olympique entrará em campo com o novo uniforme, preparado para a próxima temporada. Famoso por ter três ou quatro camisas por ano, a equipe já lançou as novas camisas. A da vez será a branca com detalhes em azul, que conta com um escudo remodelado.

Os comandados de Marcelo Bielsa passaram por maus momentos nestas últimas semanas. Antes de bater o Metz por 2 a 0 na última rodada, a equipe havia sido derrotado quatro vezes seguida. Esses tropeços fizeram com que o OM deixasse de ser postulante ao título para brigar por vaga em competições européias. A temporada pode ser positiva se conseguir a classificação para a Champions, mas há boas chances de ficar até mesmo de fora da Europa League.

O meio-campista André Ayew falou em entrevista coletiva sobre a partida de logo mais: “Se há um jogo que temos de ganhar, é esse. É um jogo importante por muitas razões, mas não vamos colocar mais pressão do que isso, são apenas três pontos em disputa. Além disso, mesmo se nós ganharmos, nós ainda não selaremos o nosso destino. Nós ainda mantemos a esperança de se classificar para a Champions.

As boas notícias para os torcedores do OM são os retornos. Abdelaziz Barrada, que passou por cirurgia na virilha em fevereiro, foi relacionado. Assim como Florian Thauvin, que ficou de fora por escolha de Bielsa na última rodada, e Jérémy Morel, voltando de suspensão. Lucas Ocampos não jogará. Ele está emprestado pelo Monaco, e o presidente Vincent Labrune preferiu deixa-lo de fora do confronto. Dja Djédjé segue fora se recuperando de problema na coxa direita.

Marcelo Bielsa comentou sobre algumas mudanças táticas em sua equipe: “Estas não são alterações táticas, mas melhorias. É difícil mudar o estilo, isso não acontece de uma semana para outra. Este é um projeto com um alcance maior. Não há certo ou errado estilo de jogo, mas um estilo de jogo bem ou mal executado. OM e Mônaco não têm um estilo oposto, mas diferente de jogo. Eu valorizo ​​a forma com a qual o treinador do Mónaco, fez o seu jogo da equipe. Ele é especializado em defender bem.

Para “proteger” o terceiro lugar, Monaco precisa do resultado positivo

Na temporada passada, o time do principado ficou na segunda posição. Para a atual, os investimentos foram cortados e acabaram perdendo os dois importantes jogadores: James e Falcão. Mas a surpresa foi que o promissor treinador Leonardo Jardim fez o time engrenar e chegar a posições que antes eram impensáveis. Em 2015 foram apenas quatro derrotas em todas as competições.

Nabil Dirar foi expulso contra o Toulouse e cumpre suspensão automática nesta partida. Jeremy Toulalan, que lesionou a coxa esquerda contra a Juventus, está no grupo de relacionados para a partida. Lacina Traore segue fora.

O técnico Leoanrdo Jardim disse em entrevista coletiva que pretende proteger a terceira posição: “Vai ser um grande jogo contra o Marseille, com uma grande atmosfera no Vélodrome. No inicio da temporada, o OM era melhor. Precisamos de pontos para conseguir o terceiro lugar, queremos protege-lo.

Um dos principais jogadores do elenco, João Moutinho também respondeu algumas perguntas dos jornalistas. Afirmou que o objetivo é ficar entre os três: “Vamos impor nosso jogo e vencer. Acho que é um bom momento para esta equipe. O objetivo mínimo agora é o pódio.

Andrea Raggi enfatizou que a vantagem na pontuação o tranquiliza e espera um grande jogo: “Com cinco pontos de margem sobre Marseille e Saint-Étienne, inevitavelmente, estamos mais calmos, mas para ser claro, vamos a Marseille esperando um grande jogo e tentaremos ganhar. Ir lá com medo de jogar é perigoso.

No jogo de ida, no principado, 12 mil pessoas viram o Monaco vencer o Marseille por 1 a 0, gol de Bernardo Silva aos 23 do segundo tempo.

VAVEL Logo