Presidente do Olympique de Marseille confirma saída de André Ayew do clube

Na última quarta (13), em entrevista para o jornal The Independent do Reino Unido, Vincent Labrune disse que o meia André Ayew deixará o clube quando o seu contrato junto ao Marseille se encerrar no fim da atual temporada.

"Não podemos continuar com Ayew. É um jogador muito importante para o Olympique de Marseille, mas não podemos igualar o salário que os clubes ingleses são capazes de oferecer. O sistema financeiro da França é complicado e não podemos oferecer algo equivalente ao que ele pode ganhar na Inglaterra. E também não podemos pedir para Ayew, que ama e é um ícone de nossa equipe, a aceitar uma redução salarial. Isso não faz sentido, então, infelizmente ele está deixando o clube e espero que ele tenha a grande carreira que merece, seja na Inglaterra ou em outro lugar", disse Labrune.

Filho de Abedi Pele, André Ayew nasceu na França e chegou ao Olympique de Marseille com 15 anos. A estréia profissional de Ayew aconteceu em Agosto de 2007 e o jogador possui quatro títulos conquistados vestindo a camisa do clube francês, além de ter escolhido jogar no âmbito internacional por Gana, pela influência de seu pai. Em 2011, Ayew assinou renovação de quatro anos junto ao Marseille e o contrato do jogador se encerra no fim da atual temporada.

Já disponível para assinar contrato com qualquer outra equipe, a imprensa francesa e internacional já noticiou o interesse de clubes como Liverpool, Tottenham, Wolfsburg, Dortmund e Napoli, mas, no mês de abril, o L'Equipe divulgou que a Roma tinha firmado um acerto com o jogador, caso garantisse classificação para a próxima edição da Champions League, o que foi negado pelo próprio Ayew. Apesar de não ter o seu destino confirmado, o jogador de 25 anos já declarou ao canal beIN Sports que deseja dar prosseguimento na sua carreira jogando na Inglaterra ou na Itália.

VAVEL Logo