Roma bate Udinese de virada e se mantém na vice liderança da Serie A

Na briga pela segunda colocação da Serie A, a Roma já havia visto a rival Lazio, com quem briga diretamente pela vaga na fase de grupos da Uefa Champions League, vencer no sábado (16) e assumir o posto de vice-líder. Com um confronto difícil no Stadio Olimpico, contra a Udinese, os romanistas não tinham outra opção a não ser vencer a partida contra a equipe bianconera, para voltar à frente da maior rival no campeonato. E apesar de terem visto seu time levar o primeiro gol do jogo, os torcedores giallorossi saíram do estádio felizes com a atuação da equipe, que conseguiu passar à frente do placar jogando melhor que seu adversário, conseguindo três pontos importantíssimos na reta final do campeonato.

Com Florenzi suspenso, o técnico Rudi Garcia optou por começar a partida com o grego Torosidis na lateral direita, além de promover a volta de Francesco Totti à equipe, preterindo Doumbia, que ficou no banco, apesar de ter marcado seus primeiros gols com a camisa da Roma recentemente. As opções do técnico francês deram resultado, já que Totti teve boa atuação, dando passe para o gol de Nainggolan, o primeiro da equipe no jogo. Além disso, Torosidis foi o autor do gol da vitória romanista, depois de falha absurda de Widmer dentro da área da Udinese. E se Widmer falhou de um lado, Manolas também fez uma lambança que gerou o gol adversário, na abertura do placar.

Depois da derrota, o time de Udine voltará a jogar em casa, enfrentando o Sassuolo na próxima rodada, tentando terminar o campeonato numa posição melhor do que a 15ª colocação, a qual ocupa atualmente. Já a Roma enfrentará a Lazio, no Derby Della Capitale mais importante da temporada, que pode já definir quem terminará com o vice-campeonato da competição. Se os giallorossi vencerem, já têm assegurada a vaga direta para a Uefa Champions League da próxima temporada. No entanto, se os biancocelesti conseguirem a vitória no Derby, dependerão apenas de si mesmos para conseguir acesso à fase de grupos da mais importante competição europeia.

Udinese abre o placar, mas Roma joga melhor e Nainggolan empata no fim do primeiro tempo

Precisando da vitória, seria lógico que o time da casa buscasse o resultado e partisse pra cima da Udinese, que tinha tudo para jogar mais recuada. E essas expectativas foram confirmadas. A Roma buscou o ataque desde o começo, usando principalmente os lados do campo, com Iturbe Torosidis abertos pela direita, posicionados bem avançados no campo. Ibarbo variava entre a ponta-esquerda e o centro do campo, para receber cruzamentos, tentando se aproveitar de sua estatura e força física para ganhar a briga contra os zagueiros adversários. A primeira oportunidade dos anfitriões veio justamente dessa forma, com Iturbe fazendo boa jogada pela direita e cruzando para Ibarbo desviar, por cima.

No entanto, quem saiu na frente foi a Udinese. Pelo lado direito da defesa, próximo à linha de fundo, Manolas foi tentar afastar e acabou entregando a bola nos pés de Théreau, que partiu com ela e bateu, mesmo sem ângulo. De Sanctis espalmou de qualquer forma e no rebote o camisa 9 Perica escorou para o fundo do gol, sem nenhum problema, abrindo o placar. Sem desanimar, o time da casa já se lançou ao ataque e só não empatou rapidamente porque Karnezis fez excelente defesa em cobrança de falta de Francesco Totti, que bateu por fora da barreira, em jogada ensaiada com De Rossi. Nos últimos 10 minutos do primeiro tempo, o jogo ganhou em emoção e a Roma foi amadurecendo o gol.

Numa das poucas aparições do lateral Holebas no ataque no primeiro tempo, o grego acertou um belíssimo cruzamento à meia altura para Ibarbo. O colombiano tentou um leve desvio para tirar do goleiro adversário, mas acabou mandando pra fora e desperdiçando uma grande chance. Porém, logo aos 45 minutos, Iturbe fez boa jogada pela ponta direita e rolou para Totti. O capitano viu Nainggolan entrando na área livre de marcação e cruzou para o belga, que emendou de primeira, sem chances para Karnezis e empatou tudo no Olimpico. Mesmo com o gol no fim, ainda houve tempo para o brasileiro Guilherme carimbar o travessão de De Sanctis numa belíssima cobrança de falta, no último lance da primeira etapa.

Roma vira, acerta duas bolas na trave no fim do jogo e sai com a vitória

Na segunda etapa, o panorama da partida não foi alterado. O time da casa ainda tinha a bola durante a maior parte do tempo, enquanto que a Udinese assustava esporadicamente, tendo a primeira boa oportunidade da segunda etapa com Théreau que, pela direita, tentou um cruzamento, acertou De Rossi e, na volta, tentou a finalização, obrigando De Sanctis a fazer boa defesa com o pé esquerdo. Porém, menos de 10 minutos depois, o time da casa foi ao ataque e, num cruzamento de IbarboTotti dominou mal, mas Widmer errou o chutão, chutando apenas o vento, deixando a bola limpa para Torosidis tocar na saída do compatriota Karnezis e virar a partida para delírio da torcida romanista.

Daí pra frente, o ritmo da partida caiu. Com a vantagem no placar, os giallorossi se retraíram um pouco e deram mais espaço ao time da Udinese, que não conseguiu aproveitar. O jogo ficou concentrado no meio de campo e só foi voltar a ter lances de perigo nos últimos dez minutos, com os visitantes já desanimados, a partida parecia se encaminhar para o fim com o 2 a 1 e nenhum dos dois times mostrava ter ímpeto para mudar o placar. Mas a Roma conseguiu chegar muito próxima do gol com Holebas Nainggolan, que só não marcaram porque a bola acertou a trave nas duas ocasiões.

O belga Nainggolan quase marcou seu segundo gol na partida depois de uma bela jogada de Iturbe. O argentino driblou Piris pela direita e fez o passe para o Ninja, que tocou de letra e ia fazendo um gol espetacular, mas Karnezis conseguiu desviar o chute e ainda contou com a sorte, vendo a bola acertar a trave na sequência do lance. Pouco depois, Holebas recebeu belíssimo passe de Pjanic dentro da área e chutou forte. A bola desviou em um defensor e ainda acertou o travessão, indo para fora logo depois. Quando o juiz apitou e determinou o fim do jogo, todo o banco da Roma foi comemorar a vitória, com a torcida cantando a música "Grazie Roma", numa tradição das vitórias romanistas dentro do Olimpico.

VAVEL Logo