David Gill afirma que deixará Fifa caso Blatter seja reeleito

Em meio ao escândalo que envolve a Fifa em casos de corrupção a eleição para presidência irá ocorrer nesta sexta-feira (29) e vem dando o que falar, alguns candidatos já desistiram da eleição, enquando Joseph Blatter tenta seu 5º mandato, o atual vice-presidente da Fifa, David Gill afirmou que deixa o cargo, caso Blatter seja reeleito.

David foi eleito tem dois meses, mas disse que se continuasse com essa organização seria fútil e não seria certo nem para ele e nem para o futebol: "Fiquei muito feliz pelos países da Uefa terem votado em mim, mas os acontecimentos sísmicos de ontem mudaram a minha cabeça. Acredito que continuar nesta organização seria fútil e não acho que é o certo para mim, para o futebol ou para a Uefa"

David Gill foi presidente do Manchester United, da Inglaterra, tem 57 anos, ele afirmou que irá apoiar o candidato Ali Bin Al Hussein, da Jordânia: "Ele é um candidato que tem credibilidade, que pode fazer esta entidade evoluir. Ficaria muito satisfeito se pudesse trabalhar com ele. Ser vice-presidente da Fifa é uma honra, mas numa nova Fifa, não na que temos hoje", disse.

Após as prisões por corrupção, a Uefa também divulgou que irá apoiar Ali Bin. Dias antes do escândalo, Blatter era o favorito para vencer a eleição, agora o público mudou de ideia e o nome do atual presidente está perdendo forças.

VAVEL Logo