Aos 41 anos, Damiano Tommasi retoma carreira para atuar no La Fiorita de San Marino

Aos 41 anos, Damiano Tommasi retoma carreira para atuar no La Fiorita de San Marino

O jogador havia encerrado sua carreira futebolística na temporada 2010-11, e após quatro anos fora dos gramados decidiu que vai voltar

RenanSantos
Renan dos Santos Souza

Após muito suspense finalmente foi oficializado a volta aos gramados do meio-campista Damiano Tommasi, o atleta irá atuar pelo La Fiorita, clube do pequeno país de San Marino, que vai disputar a Europa League na próxima temporada.

Ídolo na Roma nos anos 90 e no início dos anos 2000, o atleta é conhecido pelos longos cabelos e sua determinação dentro de campo. Tommasi ganhou com a equipe da capital, um Campeonato Italiano e uma Supercopa da Itália, ambos na temporada 2000-01. No total, jogou 262 vezes e marcou 14 gols em toda sua passagem pela Roma. Na Azzurra, Tommasi foi titular absoluto na equipe de Giovanni Trapattoni no Mundial de 2002, realizado na Coréia e no Japão. A seleção italiana foi eliminada ainda nas oitavas de finais pela Coréia do Sul, donos da casa, em uma partida cheia de controvérsias, que continua um mistério até hoje.

Em entrevista, Tommasi falou um pouco sobre a experiência de voltar aos gramados após sua aposentadoria: “Vai ser uma oportunidade para os meus filhos para me ver jogar, uma vez que eles estão ausentes por muitos anos em campos internacionais. Estou treinando, é para mim um novo desafio, esperamos estar pronto para estes dois jogos. É um desafio que La Fiorita me deu a oportunidade de viver novamente, foi tão longo a espera do sorteio da Liga Europa. Desejamos viver uma grande aventura e colocar outro pedaço para minha carreira no futebol.”, declarou Tommasi, que estava presente em um evento.

Conhecido por ser a pior seleção do mundo e uma das menores nações existentes, o futebol de San Marino ainda é amador, mas mesmo assim, os três primeiros colocados do campeonato nacional vão disputar a Europa League e a Uefa Champions League, porém sempre acabando eliminados logo na primeira fase eliminatória dos torneios. Nunca nenhum time de San Marino chegou à fase de grupos das duas competições. O La Fiorita terminou na terceira colocação o Campionato e juntamente com o vice-campeão AC Juvenes, irá disputar a Europa League. Já o campeão da temporada passada SS Folgore Falciano, vai confrontar Pyunik Yerevan, da Armênia, nas eliminatórias da Uefa Champions League.

A expectativa é que Tommasi apenas jogue os dois jogos, de ida e volta pelo La Fiorita, depois disso irá encerrar a carreira novamente. O zagueiro brasileiro Aldair, também ídolo da Roma, jogou três temporadas no Murata, de San Marino, disputando as eliminatórias da Uefa Champions League, quase igual Tommasi. Vale ressaltar, que Tommasi é presidente da Associação dos Jogadores Profissionais da Itália (AIC).

O desafiante do La Fiorita será o FC Vaduz, time de Liechtenstein que disputa o Campeonato Suiço, a equipe da capital do pequeno país do centro da Europa é campeão da FL1 Akviv-Cup, torneio que da acesso à Europa League, sendo que no torneio nacional da Suíça terminou na penúltima posição. Mesmo assim será um grande desafio para o pequeno La Fiorita, o primeiro jogo será em San Marino, nesta próxima quinta-feira (02).

Com 41 anos, Damiano Tommasi foi revelado pelo Hellas Verona, e após 10 temporadas de sucesso na Roma, passou Levante, QPR, Tianjin Teda e Sant’Anna d’Alfaedo, logicamente sem o mesmo vigor dos tempos em que jogava no clube da capital. Na seleção italiana, chegou a jogar 25 jogos e marcou dois gols.

VAVEL Logo

Itália Notícias