Rodrigo Tabata é convocado para seleção do Catar
Foto: Divulgação/Qatar Football Association

Rodrigo Tabata é convocado para seleção do Catar

Ex-Goiás e Santos, meia-atacante brasileiro do Al Rayyan está no futebol catarense desde 2011

luisfranciscoprates
Luís Francisco Prates

Nesta sexta-feira (14), o Catar anunciou sua convocação para um jogo-treino contra o Linz, clube da Áustria, no próximo domingo (16). A partida servirá como preparação para os próximos compromissos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, contra Butão e Hong Kong. A novidade da lista do técnico uruguaio José Daniel Carreño foi a presença do meia-atacante Rodrigo Tabata, brasileiro de ascendência japonesa.

Presente no Grupo C das Eliminatórias Asiáticas para o Mundial da Rússia, o Catar vem de vitória por 1 a 0 sobre as Maldivas, em junho, e voltará a campo nos dias 3 e 8 de setembro. Já garantida na edição de 2022 por ser a anfitriã do torneio, a seleção árabe busca a primeira participação em Mundiais.

Hoje com 34 anos, Tabata atua no futebol catarense desde 2011, quando trocou o Besiktas, um dos grandes clubes da Turquia, pelo Al Rayyan. Revelado pelo Paulista de Jundiaí, o meio-campista coleciona passagens por clubes como São Bento, Santo André, Inter de Limeira, Treze e Ceará. A lista ainda conta com XV de Piracicaba, Campinense, América-RN, Goiás e Santos.

O Alvinegro Praiano foi o clube brasileiro que contou com Rodrigo Tabata por mais tempo. O jogador defendeu o time da Vila Belmiro entre os anos de 2006 e 2008, tendo conquistado os Campeonatos Paulistas de 2006 e 2007.

Depois de muitas passagens no futebol brasileiro, o atleta foi jogar na Turquia, onde viveu por quatro anos. Dois deles dedicados ao Gaziantepspor, e outros dois ao Besiktas. A transferência para o time de Istambul rendeu 8 milhões de euros ao clube de Gaziantep.

No país asiático, Tabata vem se firmando como ídolo do Al Rayyan, por quem conquistou três taças da Emir Cup, duas da Copa Sheikh Jassim e uma da Heir Apparent Cup. Além disso, foi eleito o melhor jogador da edição 2011/2012 do campeonato nacional. Atualmente, o brasileiro é capitão da equipe. Em terras árabes, também defendeu o Al Sadd, em empréstimo por uma temporada.

Garantido no próximo jogo da seleção do Catar, o meia-atacante caminha a passos largos rumo à naturalização. Ele será o quarto brasileiro a fazer parte dos Al-Annabi. Os outros três foram os atacantes Araújo e Emerson Sheik e o meia Fábio Montezine.

VAVEL Logo

Futebol Internacional Notícias