Olympique de Marseille é derrotado pelo Stade de Reims em primeira partida sem Bielsa

Na manhã deste domingo (16), o Olympique de Marseille iniciou a era pós-Bielsa e amargou a mais uma derrota na atual edição da Ligue 1. Em jogo válido pela segunda rodada, o OM perdeu por 1 a 0 para o Stade de Reims. O tento anotado por Hamari Traoré foi suficiente para garantir mais um triunfo da equipe alvirrubra, agora em casa.

Esta foi a primeira vitória do Reims diante do OM, na Ligue 1, desde 1976. Com o resultado positivo, o Reims entra no seleto grupo de equipes que venceram nas duas rodadas. Pelos critérios de desempate, é o segundo colocado com seis pontos. Seguido de perto pelo Caen. No sábado (22), a equipe visita o Nantes buscando manter a boa campanha.

Por outro lado, o Marseille está na parte de baixo da tabela. Após perder para o Caen na estreia e agora para o Reims, o time que agora é comandado por Franck Passi está em 19º lugar, sem pontuar. A chance de recuperação pode vir no domingo (23), quando receberá o Troyes.

Reims abre o placar com belo gol de Traoré

O Marseille até começou presente no campo de ataque, mas foi o Stade de Reims que abriu o placar. Aos 14 minutos, De Préville cobrou escanteio, a defesa visitante afastou para a entrada da área. Traoré se antecipou ao adversário, ajeitou no peito e encheu o pé. A bola foi no cantinho, sem chances para Mandanda.

A resposta dos Phocéens veio dois minutos depois: Alessandrini avançou pela direita, trouxe para o meio e arriscou o chute direto. Agassa espalmou com dificuldades para escanteio. O Reims voltou a levar perigo em cobrança de falta.  Peuget bateu por cima da barreira e Mandanda fez excelente defesa.

Após falha de Rekik, Traoré tentou um voleiro da direita, mas a redonda subiu demais. Já no fim da etapa inicial, Weber lançou para o campo de ataque. De Préville ganhou no alto e escorou para Oniangué soltar a bomba de fora da área. A bola passou muito perto do ângulo, mas foi para fora. Assustando a torcida do Marseille.

Marseille tenta, mas Romao é expulso e Reims segura a vitória

Na volta do intervalo, o Olympique foi quem arriscou primeiro. Thauvin cruzou e Romao cabeceou para defesa de Agassa. Do outro lado, em mais uma bola parada, Bulot cobrou falta e Mandanda deu um tapinha na bola, impedindo o segundo. Lucas Ocampos recebeu de Romao e arriscou de muito longe, foi por cima da meta.

A melhor chance do segundo tempo veio em contra-ataque do Stade de Reims. De Préville arrancou pelo meio e tocou para N’Gog que se projetava por trás de Rekik. O atacante dominou e na cara do gol chutou em cima de Mandanda, concedendo escanteio. Na cobrança do corner, a bola veio fechada, Weber e Mandi tentaram o toque, mas passou por todo mundo dentro da área.

Em jogada pela esquerda, Thauvin cruzou no segundo poste. Ocampos se jogou e chutou desequilibrado; Agassa socou para a lateral. Aos 28 minutos, Romao fez falta em De Préville, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o OM com apenas 10 em campo. Lucas Ocampos tentou mais uma fez de fora da área, um chute rasante que Agassa encaixou.

Mesmo com um a menos, o Marseille exerceu uma pressão no fim, fez o abafa mesmo desorganizados. Na última tentativa, Thauvin avançou pela esquerda e arriscou cruzado, a bola foi à linha de fundo.

VAVEL Logo