Bayern de Munique empata sem gols com Frankfurt e perde 100% de aproveitamento na Bundesliga

Em partida válida pela 11º rodada da Bundesliga, disputada na noite desta sexta-feira na Commerzbank Arena, Eintracht Frankfurt e Bayern de Munique até travaram um bom embate, mas empataram em 0 a 0. Com o placar, os bávaros conheceram o primeiro resultado diferente da vitória no certame, mas seguem na liderança com 31 pontos somados. Já os águias chegaram aos 13 pontos e ocupam provisoriamente a 11º posição.

Recentemente eliminados na DFB Pokal, os comandados de Armin Veh voltam a campo pelo Nacional no sábado (07), quando encaram o Hoffenheim, penúltimo colocado. 

Pelo Alemão, o time de Pep Guardiola joga também no sábado, na Allianz Arena, contra o Stuttgart, que postula na 16º colocação. Mas antes a equipe muda o foco para a Liga dos Campeões. Na próxima quarta-feira o Bayern recebe o Arsenal pela primeira rodada do returno do torneio continental.

Frankfurt se defende bem e oferece poucas chances ao Bayern

Nem 30 segundos de jogo haviam se passado quando o primeiro cartão do embate foi mostrado. Aigner fez falta dura em Rafinha na faixa central do gramado e foi advertido com o amarelo. Aparentemente casual, o lance foi sintomático, uma prévia da forte marcação do Frankfurt no duelo com o líder do campeonato.

Tendo a bola em seus pés na maior parte do tempo, o Bayern chegou pela primeira vez ao gol rival aos 10 minutos. Robben fez boa jogada pela esquerda e cruzou na direção de Vidal, que se apoio no defensor adversário e cabeceou para grande defesa de Hradecky, que espalmou pra fora. Os mandantes responderam na sequência. Seferovic tabelou, recebeu na entrada da área e concluiu sem direção, longe da meta defendida por Neuer.

Neste período da partida, os bávaros frequentemente tinham todos os seus atletas no campo de ataque. As compactas linhas dos águias, no entanto, dificultavam a vida dos comandados de Pep Guardiola, que começaram a assustar menos o arqueiro adversário e a dar mais espaços atrás. As chances voltaram a aparecer aos 29 minutos. Robben cobrou falta da intermediária e Javi Martínez cabeceou rente à trave, por pouco não abrindo o placar. 

O tempo passava e o panorama seguia o mesmo. Os visitantes seguiam trabalhando a bola próxima do gol adversário, mas sem conseguir furar a sólida defesa local. O Frankfurt, por sua vez, mostrava dificuldades quando tinha o domínio da pelota, já que o Bayern jogava com a defesa alta e cortava na raiz qualquer esboço de contra-ataque.

Já aos 39 minutos do primeiro tempo, Lewandowski recebeu fora da área, enquadrou o corpo e bateu colocado de canhota, mas mandou sobre a meta, sem sustos para Hradecky. A etapa inicial se encerrou dessa forma e com a expectativa de uma postura mais agressiva dos bávaros para os últimos 45 minutos.

Panorama se altera e equipes criam boas chances na etapa complementar

17 segundos foi o tempo que o Bayern demorou pra criar a primeira chance no segundo tempo. O Frankfurt saiu jogando mal, Zambrano recebeu passe na defesa e bobeou na frente de Lewandowski. O polonês desarmou e deixou para Douglas Costa, que bateu de esquerda para defesa salvadora de Hradecky. Os anfitriões chegaram aos 7. Após cobrança de escanteio, Meier desviou no primeiro pau, a bola bateu em Boateng e por pouco não parou dentro do gol.

Aos 8 os mandantes desperdiçaram boa oportunidade de inaugurar o marcador. Após recuo de Martínez, Neuer saiu jogando mal, em chute que ganhou altura mas não teve a direção desejada. Stendera chutou de primeira e o goleiro se recuperou e fez boa defesa. Precavidos na etapa inicial, os águias foram mais ofensivos no segundo tempo, usando principalmente o lado direito de ataque como caminho.

Douglas Costa deu sequência ao ritmo rápido da partida aos 16. O brasileiro recebeu pela esquerda, saiu da marcação de Hasebe e chutou fechado para tranquila defesa de Hradecky. O time do técnico Armin Veh respondeu logo na sequência, quando Stendera recebeu pela direita, girou em cima de Martínez e concluiu à esquerda da meta.

Pouco explorada pelas equipes, a bola parada quase foi decisiva. Alonso cobrou falta da intermediária aos 21 minutos e jogou na cabeça de Lewandowski, que mandou por cima, perto da trave. Nesta altura do cotejo, Pep Guardiola já havia providenciado o ingresso de Müller no lugar de Rafinha - substituição que ocorreu aos 5 minutos -, sugerindo uma postura ainda mais agressiva.

Um dos artilheiros da atual edição da Bundesliga, Lewandowski não estava em seu melhor dia. Aos 35 o polonês recebeu grande passe de Robben, que o lançou às costas da defesa. O atacante teve calma, dominou, invadiu a área mas pegou muito mal na hora do chute e mandou uma bomba direto pra fora. No lance seguinte a chance foi do Frankfurt. Após cobrança de escanteio, Stendera cabeceou e Neuer defendeu sem dificuldades.

O Bayern ainda pressionou nos minutos derradeiros em busca da vitória e da manutenção do 100% de aproveitamento, mas não teve jeito. Empate sem gols que marcou o segundo jogo consecutivo do Frankfurt sem derrota na Bundesliga e o primeiro resultado diferente da vitória para os bávaros.

VAVEL Logo