Arsenal goleia Swansea em Gales e mantém vice-liderança na Premier League

Neste sábado, o Arsenal foi até o País de Gales para jogar contra o Swansea nos domínios do adversário e venceu com propriedade pela décima primeira rodada da Barclays Premier League, mantendo a vice-liderança na tabela de classificação com vinte e cinco pontos ganhos, os mesmos do líder Manchester City que ganha no saldo de gols, enquanto o Swansea cai para a décima terceira posição, com treze pontos. Giroud, Koscielny e Campbell marcaram para os Gunners, assegurando a vitória por notáveis 3-0 no Liberty Stadium sobre os donos da casa. 

Após a vitória de hoje, o Arsenal volta sua atenção para a Uefa Champions League, no jogo contra o Bayern de Munique, que acontecerá na próxima quarta-feira (4). Já pela Premier League, os Gunners jogarão no domingo da próxima semana (8) contra o Tottenham, fazendo o North London Derby, às 14h (horário de Brasília). O Swansea, por sua vez, viaja até Norwich para jogar contra o time da cidade no próximo sábado (7) às 13h. 

Com muitas faltas, primeiro tempo termina sem gols

A partida iniciou de maneira bem equilibrada, com o Arsenal dando o primeiro toque na bola. Sem muitos lances que demonstrem perigo aos respectivos gols, as equipes se proporam a se estudar, ocasinando nos primeiros quinze minutos grandes combates entre os jogadores em disputas de bola. Campbell, aos quinze minutos chutou de primeira uma bola recebida pela direita, mas a bola passou à direita de Fabianski

Aos vinte minutos, Gomis perdeu uma chance incrível do que seria o primeiro gol do Swansea. O jogador recebeu a bola de Shelvey pelo meio e carregou sozinho do meio de campo até o gol, tentou driblar Cech, mas a marcação chegou a tempo com Bellerín que tirou para fora, livrando o Arsenal. Dois minutos depois, Campbell, novamente, tentou uma jogada individual, driblando o marcador e tentando toque no meio, mas a zaga do Swansea conseguiu tirar o perigo. Já aos vinte e seis minutos, Gomis, mais uma vez também, recebeu belo cruzamento vindo da esquerda e cabeceou consciente para o gol, mas Cech encaixou a redonda. 

Muitas faltas foram dadas aos visitantes durante os trinta minutos iniciais e isso deixou os torcedores da casa um tanto desgostosos, entretanto Montero fez bela jogada pela esquerda, passando por dois, mas acabou sofrendo falta na entrada da área, cometida por esses mesmos dois da marcação. Sigurdsson cobrou, mas ficou na barreira. Na sequência, Montero fez um cruzamento e Shelvey não acertou a cabeçada, mandando por cima do gol. Com um primeiro tempo mais pegado e com duas chances reais de perigo de gol, Kevin Friend apitou aos quarenta e sete para dar ponto final à primeira etapa.

Arsenal marca três e liquida a partida na segunda etapa

Começou o segundo tempo, dessa vez com o Arsenal tentando ter mais a posse da bola. Em uma cobrança de escanteio aos três minutos da segunda etapa, Özil mandou o esférico para a área e Giroud, bem posicionado, subiu sozinho para mandar de cabeça para o gol, não dando chances ao goleiro adversário e abrindo o placar no Liberty Stadium. Dois minutos depois, Sigurdsson tentou um chute de fora da área e, dando endereço para a bola, Cech espalmou para escanteio. Três minutos mais tarde, Sanchez recebeu bola de Özil na esquerda, puxou para dentro e chutou, mas a bola foi muito por cima.

Após uma falta cobrada na esquerda por Sanchez e desviada para o lado errado por Koscielny, Özil fez um novo cruzamento para a área, Fabianski tenta segurar a bola com o zagueiro francês em cima dele, agarra mas logo solta a bola, deixando Laurent sozinho para marcar o segundo gol do Arsenal no jogo aos vinte e três minutos da segunda etapa. Passados cinco minutos, veio o terceiro gol dos visitantes. Campbell recebeu belo cruzamento rasteiro de Özil e não hesitou em chutar para o gol, fazendo a redonda ir morrer no fundo das redes. 

Após ter feito os três gols da partida, agora estando com trinta e cinco minutos jogados, o Arsenal passa a dar a bola mais ao adversário, mas mantém uma marcação mais implacável para poder administrar a partida e voltar para Londres com os três pontos. Sanchez ainda tentou alguma coisa aos quarenta e três minutos, quando chutou para o gol, mas a bola explodiu no Williams, indo para fora. Özil também tentou um gol, chutando de dentro da área em sequência, mas Fabianski defendeu as duas. 

VAVEL Logo